Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5d0987a40e8825363ba20608
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

IMPORTÂNCIA DOS MERCADOS EXTERNO E INTERNO PARA O DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA NO RIO GRANDE DO SUL

Dejalme Andreoli

Downloads: 0
Views: 59

Resumo

Este estudo tem como objetivo principal evidenciar a importância de mercados, localizados a nível nacional ou internacional, como condição necessária para a consolidação do desenvolvimento da agricultura gaúcha. Procura demonstrar que este desenvolvimento se deu pela instalação e consolidação de segmentos produtivos diferenciados, em termos de localização espacial, e temporal e de mercado. Foi mantida uma perspectiva históricoestrutural do desenvolvimento econômico agrícola estadual, cujo objetivo principal foi o de caracterizar sua condição de suficiência para aproveitar os investimentos de mercado. Os resultados do estudo indicam que as transformações estruturais demonstram uma tendência à monocultura. Considerando as características naturais como extremamente importantes nesta esfera da produção social, e o caráter desarticulador destas características representado pela prática da monocultura, vislumbram-se perspectivas nada alentadoras para o desenvolvimento futuro da economia agrícola gaúcha. Este aspecto torna-se mais importante se considerarmos a maior importância do mercado externo em relação ao interno, revelado pelos resultados empíricos da década de 70. O desempenho da economia estadual tenderá a depender de apenas uma cultura, cujos preços passarão a depender, significativamente, da conjuntura internacional.

Referências

1. ANDREOLI, D. As funções da lavoura arrozeira do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, Centro de Estudos e Pesquisas Econômicas - IEPE, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 1978. (Dissertação não publicado).

2. ANDREOLI, D., BENETTI, M. A mecanização da agricultura do Rio Grande do Sul - 1920-75. Porto Alegre, FEE, 1979.

3. AZEVEDO, T. A colonização italiana. In: Rio Grande do Sul, torre e povo. Porto Alegre, Globo, 1969.

4. BANDEIRA, P.S. Exportação do Rio Grande do Sul para o mercado internacional: algumas considerações. Indicadores Econônicos-RS. Porto Alegre, Fundação de Economia e Estatística, v. 3, n. 1, jan./mar. 1975.

5. FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS. Conjuntura Econômica. Rio de Janeiro, n.4, abr. 1948.

6. DOMINGUES, H.J. Notas sobre a evolução econômica do Rio Grande do Sul. Estudo do Comércio de Exportação Riograndense. Porto Alegre, Globo, v. 1, 1929.

7. FUNDAÇÃO DE ECONOMIA E ESTATÍSTICA. 25 anos de economia gaúcha. Agricultura do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, cap. 2, 1978.

8. ________. 25 anos de economia gaúcha. Análise da indústria de transformação do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, v. 4, 1976.

9. ________. Indicadores Econômicos-RS, v. 7, n. 1, jan./abr. 1979.

10. INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA. Levantamento o avaliação de recursos naturais - sócio-econômicos e institucionais do Rio Grande do Sul. Brasília, 6v, 1973.

11. MÜLLER, G. Periferia e dependência nacional; estudo de desenvolvimento do capitalismo no Rio Grande do Sul. Tese de mestrado da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo, v. 1, 1972. (Mimeo).

12. ROCHE, J. A colonização alemã. In: Rio Grande do Sul, terra e povo. Porto Alegre, Globo, 1969.

13. SOUZA, E.C., GRANDO, M.Z. A função exportadora da agricultura do Rio Grande do Sul, n. 1, jan./jun. 1977. Indicadores Econômicos, Porto Alegre, FEE, v. 5, n.1, jan./jun. 1997.

5d0987a40e8825363ba20608 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections