Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5d76b47b0e8825b17a4093a4
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo Original

AVALIÇÃO DE UM PROGRAMA DE GARANTIA DE RENDA E CRÉDITO RURAL NA AGRICULTURA FAMILIAR

Luiz Batista Alves; Marília F. Maciel Gomes; Erly Cardoso Teixeira; João Eustáquio de Lima

Downloads: 2
Views: 870

Resumo

O objetivo geral deste trabalho foi determinar os impactos da utilização de recursos do PRONAF, associado a um Programa de Garantia de Renda (PGR), na oferta, nos preços e na renda auferida pelos produtores de arroz, feijão, milho e mandioca. A metodologia utilizada foi a de Newbery & Stiglitz, que considera o caráter de aversão ao risco e apresenta as vantagens de ser adaptada à análise que envolve contratações de operações financeiras de crédito e fornece o prêmio de risco. Os resultados indicam que os agricultores familiares obteriam ganhos de renda, em média, de 38,23; 35,38; 62,08; e 49,02%, aumento médio nos preços recebidos de 21,06; 24,24; 30,51; e 29,36% e aumento médio na produção de 8,36; 4,36; 11,59; e 3,82%, enquanto os consumidores seriam beneficiados pela redução média nos preços de 30,97; 29,09; 34,1O; e 31,80%, com relação aos produtos arroz, milho, feijão e mandioca, respectivamente. Quanto aos custos da PGR, verificou-se que, no último período analisado (1997), o custo total era de R$1.634 milhão, enquanto o custo social era de R$ 47,509 milhões, representando, em termos percentuais, 2,9% do custo total da política de garantia de renda.

Palavras-chave

crédito rural, política de garantia de renda e agricultores familiares.

Submetido em:
10/07/2000

Aceito em:
19/10/2001

5d76b47b0e8825b17a4093a4 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections