Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5d8574150e8825f605bbec02
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

IMPORTÂNCIA DOS SETORES DE PRODUÇÃO E DE ABATE E PROCESSAMENTO ANIMAL PARA A ECONOMIA BRASILEIRA

Flavia Maria de Mello Bliska; Joaquim José Martins Guilhoto

Downloads: 5
Views: 767

Resumo

O estudo procura analisar a importância dos setores de produção e de abate e preparação de bovinos, aves, suínos e outros animais em relação aos demais setores da economia brasileira. Utiliza-se o modelo de insumo- produto, especialmente as análises de multiplicadores setoriais, índices de ligações de Rasmussen-Hirschman e índices puros de ligações intersetoriais, tendo como base a Matriz de Insumo-Produto para o Brasil de 1995. Os resultados mostram que: a) os setores de abate e preparação-,. de bovinos e aves podem ser considerados setores-chave para o crescimento da economia brasileira; b) os impactos de alterações nas demandas finais dos setores de abate e preparação de bovinos e aves sobre os níveis totais de produção, salário e importação da economia deverão ser significativos, enquanto os impactos de alterações nas demandas finais dos setores de produção animal e de abate e preparação de suínos e outros animais não deverão ser significativos; c) os setores de abate e preparação animal são muito importantes como demandantes de insumo dos demais setores da economia e estão voltados à demanda final; d) alterações nos processos produtivos dos setores de produção e de abate e preparação animal não deverão modificar suas respectivas participações na economia brasileira, assim como não deverão alterar as participações dos demais setores produtivos.

Palavras-chave

Economia brasileira, Produção animal, Processamento animal.

Referências

ANUALPEC 96/98. Anuário da Pecuária Paulista. São Paulo: FNP Consultoria&Comércio, 1996/98.

BACHARACH,M. Biproportionalmatrices&input-outputchange. Cambridge: University Press, 1970. 170p.

BLISKA, F.M.M. Tendências no mercado da carne de aves. Coletânea ITAL, v.27, n.1/2, p.119-128, jan./dez. 1997a.

BLISKA, F.M.M. Industrialização da carne suína e bovina: análise e perspectiva. Revista Nacional da Carne, v.21, n.248, p.97-112, out.1997b.

BLISKA, F.M.M. Perspectivas de demanda para o mercado de carnes embaladas. ln: GONÇALVES, J.R. (Ed.) Preservação e acondicionamento de carne bovina ''in natura", Campinas: CTC/ ITAL, 1998. p.1-8.

BLISKA, F.M.M. (Coord.) Prospecção de demandas tecnológicas na cadeia produtiva de carne bovina em São Paulo. Boletim Técnico do Instituto de Zootecnia, n.42, 1998. 73p.

BLISKA, F.M.M.; GUILHOTO, J.J.M. Abate de animais e preparação de carnes no Brasil: importância e comportamento do setor - 1970/75/ 80. Coletânea ITAL, v.26, n.1, p. 55-70, jan./jun. 1996.

BULMER-THOMAS, V. Imput-output analysis in developing countries: source, methods and applications. New York: Wiley, 1982. 197p.

COUTINHO, L.G.; FERRAZ, J.C. Competitividade na indústria de abate e preparação de carnes: estudo da competitividade da indústria brasileira. Nota Técnica Setorial do Complexo Agroindustrial, Campinas, IE/ UNICAMP - IE/UFRJ, 1993, 63p.

DBO Rural. Sistema bovino lidera faturamento na economia rural, v.13, n.174-A, p.22, fev.1995.

GUILHOTO, J.J.M. Um modelo computável de equilíbrio geral para planejamento e análise de políticas agrícolas (PAPA) na economia brasileira. Piracicaba: 1995. 258p. Tese (Livre Docência) - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Universidade de São Paulo.

GUILHOTO, J.J.M. Mudanças estruturais e setores-chave na economia brasileira, 1960-1990. ln: ENCONTRO BRASILEIRO DE ECONOMETRIA, 14. Campos do Jordão. Anais. Campos do Jordão: 1992, v.1, p.293-310.

GUILHOTO, J.J.M.; CONCEIÇÃO, P.H.Z.; CROCOMO, F.C. Estruturas de produção, consumo e distribuição de renda na economia brasileira: 1975 e 1980 comparados. Economia & Empresa. v.3, n.3, p.33-64, jul./set.1996.

GUILHOTO, J.J.M.; SONIS, M.; HEWINGS, G.J.D. Linkages and multipliers in a multiregional framework: integration of altemative approaches. Discussion Paper. Urbana-Champaign: Regional Economics Applications Laboratory. 1996. 20p.

GUILHOTO, J.J. M.; HEWINGS, G.J.D.; SONIS, M. Interdependence, linkages and multipliers in Asia: an intemational input-output analysis. Discussion Paper. Urbana-Champaign: Regional Economics Applications Laboratory. 1997. 33p.

GUILHOTO, J.J.M.; PICERNO, A.E. Estrutura produtiva, setores-chave e multilplicadores setoriais: Brasil e Uruguai comparados. Revista Brasileira de Economia, v.49, n.1, p.35-61, jan./mar.1995.

HIRSCHMAN, A.O. The strategy of economic development. New Haven: Yale University Press, 1958.

IBGE. Matriz de insumo produto - Brasil - 1995. Rio de Janeiro: IBGE, 1997, 217p.

IBGE. ProduçãodaPecuáriaMunicipal-Brasil; RiodeJaneiro: IBGE, v.23, n.l, 1995, lüp.

MARTINS, S.S. Cadeias produtivas do frango e do ovo: avanços tecnológicos e sua apropriação. São Paulo: 1996. 113p. Tese (Doutorado) - Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas.

MILLER, R.E.; BLAIR, P.D. Input-output analysis: foundations and extensions. Englewood Cliffs: Prentice-Hall, 1985. 464p.

REVISTA NACIONAL DA CARNE. Números e metas para a pecuária bovina de corte. v.19, n.213, nov.1994. p.113.

RASMUSSEN, P. Studies in inter-sectoral relations. Amsterdam: NorthHolland, 1956.

RODRIGUES, M. T. Eficiência alocativa do fundo constitucional de financiamento do Nordeste (FNE) - uma visão de insumo-produto. Piracicaba, 1997. 217p. Dissertação (M.S.) - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Universidade de São Paulo.

 

5d8574150e8825f605bbec02 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections