Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5d8a5df70e8825e129c51225
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

PRODUÇÃO CIENTÍFICA NAS ClÊNCIAS AGRÁRIAS: O CASO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA

ANA MARIA ABOU-ID; LEDA MARIA BENEVELLO DE CASTRO; JOSÉ TARCISIO L. THIÈBAU

Downloads: 0
Views: 286

Resumo

Através de 164 entrevistas feitas com docentes do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Viçosa, procurou-se identificar associações entre a produção científica destes docentes com algumas variáveis. Essas variáveis tiveram um comportamento bem diverso, mas foi possível verificar que o aumento da idade, a experiência docente, a qualificação, o tempo de titulação, o cosmopolitismo e uma melhor percepção das condições oferecidas para a realização da pesquisa determinaram o aumento da produção científica do docente. Por outro lado, o tempo gasto em ensino, administração e/ou extensão interferiu negativamente na pesquisa.

Palavras-chave

Sociologia da Ciência, produção científica, pesquisa em Ciências Agrárias.

Referências

BERGAMIN, C. W. Objetivos motivacionais e estilos de comportamento. • R. Adm., São Paulo, 13(1) :11-32, jan./mar. 1978.
BLAU, P. M. The organization of academic work. New York, John Wiley & Sons, 1973. 295p.
CASTRO, C. de M. & SPAGNOLO, F. Science and scientists in agricultura: the brazilian case. Jalisco, México, s.ed., 1982. 27p. Trabalho apresentado no Terceiro Seminário Internacional de Investigação Educativa.
HODARA, 8. J. Productividad cientifica: criteriosy indicadores. México, UNAM, 1970. 149p.
LONG, J. S. Productivity and academic position in the scientific career. Am. Social. Rev., Urbana, Ili., 43:889-908, Dec. 1978.
MOREL, R. L. de M. & MOREL, C. M. Um estudo sobre a produção científica brasileira segundo dados do lnstitute of Scientific lnformation (151). Ciên. inf.,
Rio de Janeiro, 6(2):99-109, 1977.
PASTORE, J. A criatividade na pesquisa agrícola. R. Adm., São Paulo, 14(2) :5-39, abr./jun. 1979.
QUEIROZ, R. M. F. D. A evolução do ensino superior agrícola no Brasil e sua contribuição ao desenvolvimento: o caso de Viçosa-MG. Brasília, Universidade de Brasília, 1979. 232p. Tese M. S.
RESKIN, B. F. Scientific productivity reward structure. Am. Social. Rev., Urbana, Ili., 42"491-504, June 1977.
SANT'ANNA, V. M. Ciência e sociedade no Brasil. São Paulo, Símbolo, 1978. 148p.
SKEEF, A. M. F. Organização departamental e produção científica: Universidade de Brasília. Brasília, Unive/sidade de Brasília, 1977. 164p. Tese M. S.
---. Universidade: a pesquisa como ideologia. s.n.t. 11 p. (Mimeografado).
---. Qualificação dos docentes e produção científica: Universidade de Brasília. Rev. bras. estud. pedagog., Belo Horizonte, 48:219-43, 1979.
STEPAN, N. Gênese e evolução da ciência brasileira. Rio de Janeiro, Artenova, 1976. 188p.
VELLOSO, J. R. Reflexões sobre a produção científica da pós-graduação ea participação de discentes. Curitiba, Universidade Federal do Paraná, 1978. 8p. Trabalho apresentado no encontro de Coordenadores de pós-graduação em Educação, promovido pela CAPES.


Submetido em:
06/09/1983

Aceito em:
21/05/1984

5d8a5df70e8825e129c51225 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections