Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5d8b90850e88257311f2a2f5
Revista de Economia e Sociologia Rural
ARTIGO ORIGINAL

ANÁLISE ESPACIAL DA PECUÁRIA BOVINA DE CORTE: UM ENSAIO PARA AS REGIÕES DO MATO GROSSO DO SUL E SUDOESTE DE SÃO PAULO

ZENITH JOÃO DE ARRUDA; YOSHIHIKO SUGAI

Downloads: 1
Views: 277

Resumo

O presente trabalho focaliza as atividades de produção, distribuição e consumo do setor bovino do Estado do Mato Grosso do Sul e Sudoeste de São Paulo. As regiões de produção, de abate e de consumo são agregadas em 5 (cinco), 3 (três) e 3 (três),respectivamente. E para as regiões de produção são consideradas as tecnologias de produção. No sistema de transporte há várias alternativas, como a rodovia, a ferrovia e a boiada à pé, variando os custos de acordo com as características de transporte. O modelo completo foi otimizado pela programação linear, minimizando os custos do setor. Na demanda da carne foram efetuadas algumas mudanças, como os coeficientes tecnológicos da produção, a taxa de desmama, de natalidade, etc., a fim de verificar seus impactos no setor. O modelo mostrou as vantagens comparativas das regiões de produção, e as alternativas do transporte de animais no espaço geográfico em termos quantitativos. Os resultados obtidos neste modelo possibilitaram conhecer melhor as estruturas, os impactos tecnológicos e a política da pecuária bovina do Estado do Mato Grosso do Sul.

Palavras-chave

vantagens comparativas, análise espacial, programação linear, sistema integrado, pecuária bovina

Referências

CADAVID GARCIA, E. Estimativa de custos de produção da pecuária de corte do Pantanal Matogrossense. Corumbá, EMBRAPA-UEPAE, 1981. 75p. (Circular Técnica, 3). CENSOS ECONÔMICOS. Censo agropecuário: Mato Grosso do Sul. Rio de Janeiro, v. 1., n. 21, 1979. CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA PECUÁRIA. Campo Grande, MS. Estudo nacional do mercado de carne e produtos derivados. s.l., SEITEC, 1973. 2v. DIAS, G.L.S. Avaliação da política econômica para a pecuária de corte no Brasil. São Paulo, USP, 1972. 118p. Tese Ph.D. EMPRESA BRASILEIRA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL. Coordenadoria Regional 11, Campo Grande, MS. Mato Grosso do Sul: subsfdios para o diagnóstico do Estado. Campo Grande, 1977. 123p. EMPRESA BRASILEIRA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL. Campo Grande, MS. Sistemas de produção para bovinocultura de corte. s.l., 1977. 39p. (Sistema de Produção, 106). EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Departamento Técnico-Científico, Brasflia, DF. Programa nacional de pesquisa de gado de corte. Bras(lia, EMBRAPADI D, 1981. 291p.
EMPRESA BRASILEIRA DE PLANEJAMENTO DE TRANSPORTES. Brasília, DF. Plano operacional de transportes: POT carne, fase 1. s.l., 1977. 347p. EYVIMDSON, H. A model of interregional competitive in agriculture incorporatingconsuming regions, producing areas, farm siza groups and land classes. s.l., Iowa State University of Science and Technology, 1965. 5v. Tese Ph.D. FERNANDES, E. & COSTA, F.P. Estudo exploratório da pecuária da corta microrregião homogênea Alto Taquari (MRH 339) Mato Grosso do Sul. Campo Grande, EMPAER, 1983. 69p. (Documentos, 3). FUNDAÇÃO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATISTICA. Rio de Janeiro, RJ. Sinopse preliminar do censo demográfico: Mato Grosso do Sul. Rio de Janeiro, 1981. 30p. FUNDAÇÃO JOÃO PINHEi RO, Belo Horizonte, MG. Programa nacional da pecuária. Belo Horizonte, 1979. 18v. HEADY, E.O., ed. Economic models and quantitativa methods for decisions and planning in agriculture, proceedings of on eastwest seminar. Ames, Iowa University Press, 1971. 518p. HEADY, E.O. & SRIVASTAVA, U.K. Spatial sector programming models in agricultura. Ames, Iowa State University, 1968. HILDRETH, R.J. The use of representativa farms in agricultura! economics. J. Farm. Econ., 45:1431-68, 1963. MANZINA, M. Análise comparativa de atividades numa área de expansão da pecuária da corta em Mato Grosso do Sul. Viçosa, UFV, 1980. 77p. Tese MS. MARTIN, N.B.; VIEIRA, C.A.; PIRES, Z.A. Administração, tecnologia, custos a rentabilidade na bovinocultura de corte do Estado de São Paulo, 1972/73. São Paulo, Instituto de Economia Agrícola, 1978. 218p. MIGHELL, L.R. & BLACK, J.D. lnterregional competition in agricultura. Cambridge, Harvard University Press, 1951. PARDI, M.C. & CALDAS, R.B. Grandes deslocamentos de gado bovino de corte no Brasil. ln: CONGRESSO FLUMINENSE DE MEDICINA VETERINÁRIA, 1., Niterói, RJ, 1968. Anais . .. s.n.t. v.2. 154p. RAUSSER, C. & HOCHMAN, E. Dynamic agricultura! systams: economic prediction and control. New York, North Holland, 1979. 364p. SCHRADER, L. F. & KING, G. A. Regional location of beef cattle feeding. J. Farm. Econ., 44(1) :64-81, 1962. SIMPSON, J.R. & FARRIS, D.E. The world's beef business. Ames, Iowa State University Press, 1982. 334p. SKOLD, M.D. & HEADY, E.O. Regional location of production of major field crops at alternative demand and price leveis. Washington, USDA, 1975. (Technical Bulletin, 1354).
SUGAI, Y. Alocação de recursos, lnfase na pasquisa. Brasília, EMBRAPA-DEP, 1979. 16p. Mimeografado. WILLIAMS, W.F. & DIETRICH, R.A. An interregional analysis of the fed beef economy. Washington, United States of Agriculture Economic Ftesearch Service, 1966. 58p. (Agricultura! Economic Report, 88).

 

 


Submetido em:
12/08/1984

Aceito em:
04/01/1985

5d8b90850e88257311f2a2f5 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections