Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5d99cabf0e88250c688e47b4
Revista de Economia e Sociologia Rural
ARTIGO ORIGINAL

A OFERTA AGRÍCOLA BRASILEIRA ENTRE 1966 e 1981: UMA APLICAÇÃO DO MODELO DE NERLOVE

BERTRAND DARDENNE

Downloads: 0
Views: 515

Resumo

O presente artigo pretende aplicar o modelo de Nerlove para estimar as elasticidades-preço das principais culturas brasileiras, de 1966 a 1981. O modelo, integrando antecipa- ções dos produtores às. variações esperadas dos preços, precisa um tratamento econométrico adequado, devido à existência de uma variável retardada e de perturbações autocorrelatas. A primeira parte do artigo é constituída pela definição de um método de cálculo correto e sufi- cientemente simples para ser operado com um microcomputador. Numa segunda etapa, o modelo é aplicado aos dados brasileiros. Verifica-se uma clara hierarquia das elasticidades-preço obtidas em função do grau de capitalização das culturas. No entanto, certos fenômenos exóge- nos não foram tomados em conta e limitam a releváncia dos resultados econométricos. Por isso, num terceiro capítulo, as dificuldades observadas de especificação do modelo para certas culturas são interpretadas no contexto da produção e da política agrícola brasileira.

Palavras-chave

oferta agrícola, Nerlove, métodos econométricos, Brasil.

Referências

AGRICULTURA brasileira: a produção para o abastecimento interno. Agroanãlysis, 5(2), fev. 1981.

AMEN IYA, T. & FULLER. A comparative study of alternative estimators in a distributed Lag model. Econometrica,juil. 1967.

ASKARI, H. & CUMMINGS, J. T. Agricultura! suppiy respom::;;, survey of the econometric evidence. New Y ork, Praeger, 1976.

- - . Estimating agricultura! supply response with the Ner!ove model: a survey. lnt. Econ. Rev., 18(2):257-92, jun. 1977.

BANQUE MONDIALE. A review of agricultura! policies in Brasil. Washington DC, 1983. BERTRAND, J. P.; LAURENT, C.; LECLERCQ, V. Le monde du soja. Paris, Maspero, 1983. BRANDT, S. A. Comercialização agrícola. s.l., Livroceres, 1980.

CORIAT, B. Alcool. Paris, Christian Bourgeois, 1982.

GRZYBOWSKI, C. O trigo no Brasil. Not. G.E.R.E.I., (2):15-42, sept. 1977.

JOHNSTON, 1. Econometric methods. New York, Me Gravv Hill, 1963.

KLEIN, L.R. The estimation of distributed Lag. Econometrica, 26(4):553-65, Oct. 1958.

KOYCK, L. M. Distributed Lags and investment analysis, Amsterdam, North Holland, 1954.

MADDALA, G. S. Generalized least squares vvith an estimat!!d variance covariance matrix. Econometrica, 23-35, jan. 1971.

MALINVAUD, E. Statistical methods of Econometric. Amsterdarn, North Holland, 1966.

NERLOVE, M. The dynamics of supply: estimation of farmers' response to price. Baltimore, John Hopkins Univ. Press, 1958.

_ - - . The dynamics of supply: a retrospect. AJAE, 61(5):874-88, Dec. 1979.

NOGUEIRA, A. C. & BRANDT, S. A. Elasticidades da oferta e procura de produtos agrícolas no Brasil. s.n.t.

ORCUTT, C. H. & COCHRANE, D. A sampling study of the merits of autoregressive and reduced form transformations in regression analysis. JASA, 44:356-72, 1949.

PARIKH, A. Farm supply response: a distributed Lag analysis. Bull. Ox. Univ., 33(1) f,7-72 Feb. 1971.

SAYLOR, R. G. Alternativas measures of supply elasticities: the case of São Paulo coffee. AJAE, 56(1):98, Feb. 1974.

SHIKI, S. Le soja dans l'implantation du capitalisme dans une région du Brésil: le cas du Paraná. Montpellier, lnstitut Agronomique Méditerranéen, 1983. (Thése M.S.).


Submetido em:
25/05/1983

Aceito em:
18/06/1985

5d99cabf0e88250c688e47b4 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections