Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5da4bd120e88251710ba68e1
Revista de Economia e Sociologia Rural
ARTIGO ORIGINAL

ANÁLISE CLIOMÉTRICA DE DEVASTAÇÃO FLORESTAL: ARAUCÁRIA PARANAENSE

MARIA RITA DE CASSIA AMANCIO; SERGIO ALBERTO BRANDT; FRANCISCO DE ASSIS CARVALHO PINTO; ADALBERTO JOSÉ FONTES MELLO

Downloads: 2
Views: 579

Resumo

A devastação da cobertura florestal tem conseqüências ecológicas e econômicas de alta magnitude. Por estas razões, a anâlise e a previsão do processo de desmatamento de reservas nativas têm merecido atenção. No pri;sente ensaio estuda-se, com base em dados históricos (1950-1980) o processo de devastação das reservas naturais de araucária do Estado do Paraná. Ajusta-se um modelo cliométrico aos dados históricos disponíveis, por mínimos quadrados ordinários, após linearização. Verifica-se, como hipotetizado, que as taxas absoluta e relativa de desmatamento são diretamente proporcionais à dimensão das reservas remanescentes. No período de 1930 a 1960 a reserva de arau- cária do estado foi praticamente extinta.

Palavras-chave

cliometria, Paraná, ecossistemas.

Referências

AYDELOTTE, W. O.; BOGUE, A. G.; FOGEL, R. W., ed. The dimensions of quantitative research in history. Princeton, Princeton University Press, 1972. 147p.

BRASIL. Federação da Agricultura do Estado do Paraná. Plano integrado de desenvol- vimento rural do Estado do Paraná Curitiba, INCRA, 1978. v. 1, 141p,

BRASIL. Presidência da República. Secretaria de Planejamento. Silvicultura. Brasília, SEPLAN, 1981. v. 4, 379p.

BRASIL. Presidência da República. Secretaria de Planejamento. Silvicultura. Brasília, SEPLAN, 1982. v. 5, 392p.

FUNDAÇÃO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEGORAFIA E ESTATÍSTICA, Rio de Janeiro, RJ. Silvicultura. Brasília, SEPLAN, 1980. v. 3, 312p.

GUIMARÃES, D. Madeiras e derivados. R. Parana. Desenv., 40:1):9--28, 1974. HOFFMANN, R. & VIEIRA, S. Análise de regressão: uma introdução à econometria. São Paulo, Hucitec, 1983. 379p.

MAACK, R. Geografia física do Estado do Paraná. Curitiba, CODEPAR, 1982. 350p.

NICHOLLS, W. H. A fronteira agrícola na história recente do Brasil: o Estado do Paraná, 920-65. R. bras. Econ., 24(5):33-92, 1970.

PROBLEMAS florestais. do gênero araucária. Curitiba, FUUPEF, 1980. 382p.

SAN MARTIN, P. Agricultura suicida: um retrato do modelo brasileiro. São Paulo, ln- cone, 1985.


Submetido em:
15/04/1987

Aceito em:
01/04/1988

5da4bd120e88251710ba68e1 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections