Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5da4d5b20e8825ba5dba68e1
Revista de Economia e Sociologia Rural
ARTIGO ORIGINAL

EVOLUÇÃO E CARACTERÍSTICAS DO SETOR PÚBLICO AGRÍCOLA NO BRASIL - AS BASES DE SEU MODESTO DESEMPENHO

Charles Curt Mueller

Downloads: 0
Views: 563

Resumo

O trabalho procura estabelecer as razões da contínua dificuldade do setor público agrícola brasileiro, em orientar de forma eficaz a estratégia agrícola do país e a concepção e implementação de políticas agrícolas. Ele apresenta uma análise da cons- tituição e das características recentes dos segmentos intragovernamentais mais direta- mente relacionados à formação de políticas agrícolas, seguida de um exame da evolução no pós-guerra - e da crescente frustração - do setor público agrícola. Constatou-se que essa frustração é conseqüência da subordinação das políticas agrícolas aos desíg- nios das estratégias de crescimento, modernização urbano-industrial e, mais recente- mente, de estabilização da economia. Essa subordinação provocou distorções que o se- tor público agrícola vem se mostrando cada vez mais impotente para equacionar.

Palavras-chave

política agrícola, ministério da Agricultura.

Referências

BACHA, E. O papel do café na economia brasileira: do pós-guerra a meados dos anos 60: ln: OS MITOS DE UMA DÉCADA, Rio de Janeiro, Paz e Terra,, 1976. pp. 137-58.

BRASIL. Relatório do Ministério da Agricultura, junho de 1934 a dezembro de 1935. Rio de Janeiro, 1935.

DEAN, W. Tbe industrialization of São Paulo, 1880-1945. Austin, Texas, The University of Texas Press_, 1969.

LEFF, N. H. Economic policy - making and development in Brazil, 1947 - 1964. New York, John Wiley and Sons Inc., 1968.

MALAN, P. S.; BONELLI, R.; ABREU, M. P.; PEREIRA, J. E. C. Política eco- nômica e ind115trializaçáo no Brasil (1039/52). ) 2. ed. Rio de Janeiro, IPEA/INPES, 1980. (Coleção Relatórios de Pesquisa, 36.

MILLER PAIVA, R.; SCHATTAN, S.; FREITAS, C.F.T. de. Setor agrícola do Brasil: comportamento econômico, problemas e possibiliades. 2. ed. Rio de Ja- neiro, Forense Universitária/Ed. USP, 1976.

MUELLER, C. C. "Formação de políticas agrícolas". R. Econ. Pol. 2(5):89-122, jan.lmar. 1982.

MUELLER, C. C. Das oligarquias agrárias ao predomínio urbano-industrial: um estudo do processo de formação de políticas agrícolas no brasil. Rio de Ja- neiro, IPEA/INPES~ 1983. Série INPE.

MUELLER, C. C. Conflitos intragovernamentais e a formação de políticas de preços agrícolas no Brasil. Pesq. Planej. Ecoo. 18(3), 1988.

MUNHOZ, D. G. Agricultura - uma defesa dos subsfdios. Petrópolis, Vozes, 1982.

NICHOLS, W. H. A economia agrícola brasileira: desempenho e política recente. ln: Contador, C. coord., Tecnologia e Desenvolvimento Agdcdla. Rio de Ja- neiro, IPEA/INPES, 1975. pp. 47-87. (Série Monográfica, 17).

OLIVEIRA, J. C. de Política de preços mínimos no Brasil Brasllia, CFP, 1977. (Coleção Análise e Pesquisa, Vol. 1).

OLIVEIRA, J. C. de. An analysis of transfers from agricultural sector and brazilian development, 1950-1974. Cambridge, Universidade de Cambridge, 1981. Tese Ph.D.

OLIVEIRA, J. C. de Resource transfers from agriculura in Brazil Brasllia, ECO/UnB, 1983a. Texto para discussão, 98.

SCHUH. G. E. REsearch on agricultural development in Brazil New York, The Agricultura! Development Council, Inc., 1970.

SILVA, R. G. da A iniqõidade salarial na administração péblica: um estudo de caso. Brasília, Associação dos Engenheiros Agrônomos do Distrito Federal, 1982.

SMITH, G. W. Brazilian agricultura! policy, 1950-1967. ln: Ellis, H. S. ooord. The economy of Brasil Berkeley, University of California Press, 1968.

VILLELA, A. V. & SUZIGAN, W. Política do governo e crescimento da eco- nomia brasileira: 1889-1945. Rio de Janeiro, IPEA/INPES, 1973. (Série Mo- nográfica, l0).

5da4d5b20e8825ba5dba68e1 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections