Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5db1c8da0e8825903561d429
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

COMPONENTES DE CRESCIMENTO DA PRODUÇÃO DAS PRINCIPAIS CULTURAS DO RIO GRANDE DO NORTE, 1981-92

Cláudia Gondim Moreira; Zilda Paes de Barros Mattos

Downloads: 0
Views: 429

Resumo

Este estudo objetivou identificar as fontes de crescimento das principais culturas do setor agrícola norte-riograndense, no período de 1981 a 1992, mediante utilização do modelo "shift-share". Também foram analisadas as alterações na composição da área cultivada do Estado, por meio da mensuração dos efeitos escala e substituição. Os resultados levaram à conclusão da recomposição da produção, com a expansão de área para caju, milho, coco-da-baía, feijão e cana-de-açúcar, em detrimento das perdas de área, principalmente do algodão arbóreo, algodão herbáceo e sisai. Constatou-se, também, que o crescimento da produção agrícola no Rio Grande do Norte não se deu via incorporação de novas áreas. Ao contrário, ocorreu uma sensível contração nas áreas cultivadas com as principais culturas incluídas nessa pesquisa, isto é, aproximadamente 228 mil hectares foram alpcados para outras atividades não aquelas consideradas no estudo (pastagens, reflorestamento, etc.). Finalmente, os resultados sugerem que as políticas agrícolas do estado do Rio Grande do Norte (principalmente irrigação, extensão e pesquisa) contribuíram, positivamente, para as mudanças ocorridas durante o período analisado.

Palavras-chave

Agricultura norte-riograndense, produção, área, produtividade.

Referências

ALVES, E. Pobreza rural no Brasil: desafios da extensão e da pesquisa. 4. ed. Brasília:Ministério da Irrigação;CODEVASF, 1988. 79p.

ALVES, E.; CONTINI, E. A modernização da agricultura brasileira. ln: BRANDÃO, A.S.P. (Ed.) Os principais problemas da agricultura brasileira: análise e sugestões. Brasília: PMOE/IPEA, 1992. cap. 2, p. 49-97.

CARDOSO, C.E.L. Efeitos de políticas públicas sobre a produção de mandioca no Brasil. Piracicaba, 1996. 176p. Dissertação (Mestrado) - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Universidade de São Paulo.

CARNEIRO, R. Relações de produção e emprego na agricultura do Nordeste. Economia Política, v. 2/1, n. 5, p. 123-138,jan./mar. 1982. Fundação Instituto de Desenvolvimento do Rio Grande do Norte. Anuário estatístico do Rio Grande do Norte. Natal, 1981, 1982, 1983, 1984, 1985, 1986, 1987, 1988, 1989, 1990, 1991, 1992, 1993 e 1994.

FURTADO, C. Análise do "modelo brasileiro". Rio de Janeiro:Civilização Brasileira, 1973. p.91-122: A estrutura agrária no subdesenvolvimento brasileiro.

GASQUES, J.G.; VILLA•VERDE, C.M.; Crescimento da agricultura brasileira e política agrícola nos anos oitenta. Agricultura em São Paulo. v.37, n.1, p. 183-204, 1990.

IGREJA, A.C.M. Evolução da pecuária bovina de corte no Estado de São Paulo no período 1969-84. Piracicaba, SP. 1987. l 97p. Dissertação (Mestrado) - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Universidade de São Paulo.

LEITE, P.S. Desenvolvimento rural: um novo enfoque. Revista Econômica do Nordeste, v.14, n.3, p. 469-508, 1983.

OLIVETTI, M.P.A.; CAMARGO, A.M.M.P. de Evolução da composição agrícola no Brasil e principais regiões produtoras, 1968-89. Agricultura em São Paulo, v.39, n.1, p.155-177, 1992.

PATRICK, G.F. Fontes de crescimento da agricultura brasileira: o setor de culturas. ln: CONTADOR, C.R. Tecnologia e desenvolvimento agrícola. Rio de Janeiro, IPEA;INPES, 1975. p.89-11 O. (Série Monográfica, 17).

YOKOYAMA, L.P. O crescimento da produção e modernização das lavouras em Goiás no período de 1975-1984. Piracicaba, SP. 1988. 109p. Dissertação (Mestrado)- Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Universidade de São Paulo.

ZOCKUN, M.H.G.P. A expansão da soja no Brasil: alguns aspectos da produção. São Paulo, 1978. 228p. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Economia e Administração, Universidade de São Paulo.

5db1c8da0e8825903561d429 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections