Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5dd56edf0e8825fa62c8fca6
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

DEMANDA POR SISTEMA DE SUPRIMENTO DE ÁGUA PARA O USO DOMÉSTICO EM UMA COMUNIDADE EM TAUÁ - CEARÁ

José Cesar Vieira Pinheiro

Downloads: 0
Views: 466

Resumo

O objetivo central deste trabalho foi estimar o valor que as famílias de uma comunidade rural típica cearense estariam dispostas a pagar (DAP) por um sistema de suprimento de água potável encanada. Além disso, analisou-se as estratégias utilizadas pelas pessoas para obtenção de água, num ambiente de elevada escassez. Os dados foram obtidos em março de 1999, em pesquisa direta na comunidade Poço da Onça, que tem 126 domicílios e um chafariz com água salobra, no Município de Tauá-Ceará. Os residentes gastam em média R$ 12,15/mês para terem água potável em suas casas, coletada de fontes distantes. Utilizando-se o modelo logit, estimou-se que as famílias estariam DAP R$ 15,61/mês por um sistema melhorado de suprimento de água potável encanada. Constatou-se também que a capacidade de estocagem da água pelos usuários, suas relações de parentesco e épocas do ano são fatores que devem ser sempre considerados em políticas de suprimento, por influírem tanto nas formas de solidariedade quanto nos diversos tipos de conflitos.

Palavras-chave

Demanda por água, abastecimento de água, modelo logit.

Referências

BRISCOE, J,; CASTRO, P & GRIFFIN, C. Toward Equitable and Sustainable Rural Water Supplies: A Contingent Study in Brazil. Washington, D.C: BIRD, p. 115-134, 1990.

DAVIS, R. K.. "Recreation planning as an economic problem. Natural Resources Journal, vol 3., no 2, p.239-249, 1963.

HANEMANN, W.. Welfare Evaluations in Contingent Valuation Experiments with Discrete Responses. American Journal of Agricultural Economics, vol.66, p.322-341, 1984.

MITCHELL, R & CARSON, R.. Using Surveys to Value Public Goods: The Contingent Valuation Method: Washington, D.C, Resources for the future, 1989.

PINDYCK, R. & RUBINFELD, D. Econometric Models and Economic Forecast, New York, McGraw-Hill Book; 2a.ed.,1981.

PINHEIRO, J.. Valor econômico da água para irrigação no semi-árido cearense. Piracicaba, Maio de 1998, 195p..Tese (doutorado), ESALQ - Universidade de São Paulo.

RANDALL, A; IVES, B & EASTMAN, C. Bidding games for valuation of aesthetic environmental improvements., Journal of Environmental Economics an Management vai. 1, p.132-149, 1974.

SINGH, B.; RADHIKA, R. &. RAMESH, B. Rural water supply in Kerala, India: How to emerge from a low-level equilibrium trap. Water Resouces Research. V.4; 1990.

TROADEC, J.P. L'homme et les ressources halieutiques. Essai sur l'usage d'une ressource renouvelable. Paris: IFREMER, 1997.

WEBER, J.& BAILL Y , D.. Gestão dos Recursos Naturais Não Renováveis e Desenvolvimento: Novos desafios para a pesquisa ambiental. São Paulo: Cortez editora, 275 p., 1997.

WORLD BANK WATER DEMAND RESEARCH TEAM. The demand for water in rural areas: Determinants and policy implications -The World Bank Research, vol 8, no 1, p.47-70, 1993.

5dd56edf0e8825fa62c8fca6 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections