Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5e9302e40e88253e5bdafd06
Revista de Economia e Sociologia Rural
ARTIGO ORIGINAL

AGRIBUSINESS COOPERATIVO, EFICIÊNCIA E PRINCÍPIOS DOUTRINÁRIOS

Sigismundo Bialoskorski Neto; Pedro Valentim Marques; Evaristo Marzabal Neves;

Downloads: 0
Views: 70

Resumo

Este estudo pretende identificar os fatores que influenciam a gestão e a eficiência da empresa cooperativista, visando a estabelecer um modelo de análise de gestão e auditoria, contribuindo para o debate das modificações doutrinárias necessárias à maior eficácia do cooperativismo, como organização econômica. As conclusões deste trabalho especificam as vantagens e dificuldades do cooperativismo frente às empresas de capital, analisando o processo de endividamento. Fazem-se, também, algumas recomendações quanto ao trabalho de análise dessas empresas. Finalmente, discutem-se os princípios doutrinários de democracia e igual- dade, segundo os quais cada associado tem direito a um voto, à livre entrada e saída, e sobre o real sentido da cooperação.

Palavras-chave

cooperativas, agribusiness, contratos.

Referências

BIALOSKORSKI NETO, S. Agribusiness cooperativo, economia, doutrina e estratégias de gestão. Piracicaba, ESALQ/USP, dissertação de mestrado, 1994.

FARlNA, E.Q.M.; ZYLBERSZTAJN, D. Relações tecnológicas e organização dos mercados no sistema agro-industrial de alimentos. São Paulo, PENSA, 1991. 26 p.

GAZETA MERCANTIL. Balanço Anual. São Paulo, 1986-1994.

JANK, M.S. et Alii. A inserção do Brasil e do setor cooperativo no mercado mundial de produtos agroindustrializados. Piracicaba, FEALQ-ESALQ-USP, 1990. 243 p.

NEVES, E.M. et alii. A economia de mercado e o planejamento da empresa agrícola: desafios para a década de 90. Revista ADEALQ, Piracicaba, 14: 15-19, 1991.

PINAZZA, L.A.; SILVA, T.N. COCAMAR: 30 anos de desafios e mudanças - Estudo de Caso. São Paulo, PENSA, 1993. 21 p.

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO. Projeto de desenvolvimento integrado do cooperativismo de São Paulo - PDICOOP - modalidade cooperativas agrícolas. São Paulo, ICA, 1992. 194 p. e 1994. 242p.

SEXTON, R.J. Cooperatives and the forces shaping agricultura} marketing. American Journal of Agricultura} Economics, 68: 1167-72, 1986.

USDA. Farmer cooperative statistics. Washington, DC, 1992, 45 p.

WILLIANSON, O.E. Toe economic institutions of capitalism. New York, Toe Free Press, 1985, 449 p.

5e9302e40e88253e5bdafd06 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections