Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5e9349f90e88255638dafd06
Revista de Economia e Sociologia Rural
ARTIGO ORIGINAL

UTILIZAÇÃO DE MÉTODOS DE ANÁLISE ESTATÍSTICA MULTIVARIADA PARA A INTERPRETAÇÃO DAS INFORMAÇÕES ENERGÉTICAS ESTADUAIS

LUIZ ROBERTO ALMEIDA GABRIEL; WALTER BOLLER; RICARDO RALISCH; MÁRIO KIYOSHI KAWAPHARA; CLÁUDIO CABELLO; PAULO ROBERTO CURI

Downloads: 0
Views: 57

Resumo

Buscou-se, com este trabalho, submeter uma série de indicadores de energia dos estados brasileiros a um tratamento estatístico que permitisse sua melhor visualização e interpretação. Foram usadas dez variáveis, incluindo a produção de energia primária e o consumo de energia, nas suas diversas formas, no total e per capita, observados no ano de 1984, em todos os estados brasileiros. Aplicou-se a Análise de Agrupamento e a Análise de Componentes Principais. Os dados de produção e consumo totais permitiram formar 04 grupos de estados de acordo com sua similaridade. Os indicadores que mais contribuíram para disériminar os estados foram o consumo final de energia, o consumo residencial de GLP e o consumo de eletricidade, enquanto que a produção de energia primária, o consumo residencial de energia e o consumo de gasolina e álcool foram os que menos contribuíram. Com relação aos indicadores de energia per capita, formaram-se 08 grupos, sendo mais importantes na discrimi- nação dos estados o consumo final de energia, o consumo de energia em transportes e o consumo residencial de GLP. O trabalho constata que os estados com maior produção e consumo de energia são os estados mais desenvol- vidos.

Palavras-chave

Análise de Agrupamento, Produção de Energia, Consumo de En'êrgía, Componentes Principais.

Referências

BRASIL, Ministério da Infra-estrutura, Secretaria Nacional de Energia. Balanço ener- gético nacional. Brasília, 137 p. 1991.

CURI, P.R. Análise multivariada. Botucatu: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da UNESP/Botucatu, 1992. 96p.

DOORENBOS, J. & KASSAN, A.H. Yield response to water. Rome: FAO (technical Note), 1979. 193 p.

DUNTEMAN, G. H. Principal Components Analysis. Beverly Hills: Sage University Paper series on Quantitative Applications in the Social Sciences, 1989. p. 07-069. GOLDEMBERG, J. Energia no Brasil. Rio de Janeiro: Livros técnicos e científicos, 1979. 17lp.

JOBIM FILHO, W Crise energética. ln: SIMPÓSIO ESTADUAL DE ENGENHEIROS E ARQUITETOS, 5, 1979, Passo Fundo. Anais... Passo Fundo: sn, 1980. não paginado.

KOWAL, J. & ANDREWS, D.J. Pattern of water availability and water requeriment for grain sorghum production at Samuru. Nigéria: Tropic. Agric n. 50, 1973. p.89-100.

LA ROVERE, E.L. Economia e tecnologia de energia. Rio de Janeiro: Marco zero/FINEP, 1985. 588p.

MONTEITH, J.L. Climatic variation and the growth of crop. New York: Q. J. R. Meteorol. Soe. n. 107, 1981. p. 749-774.

MORRISON, D.F. Multivariate statical methods. New York: McGraw-Hill, 1967. 338 p.

PEREIRA, A. R. Crop planningfor different environments. New York: Agric. Meteorol. n. 27 p. 71-77.

RIJTEMA, P. E. Derived meteorological data: transpiration. Paris: UNESCO Agroclimatological Methods, 1968. p. 55-72.

ROHLF, F. J. Adaptative hierarchical clustering schemes. New York: Syst. Zool., 1970. p. 58-82.

SCHIMIEDECKEN, W. Humidity and cultivated plants: and attempt at porallelizing zones of humidity and optimal locations of selected cultivated plants in the tropics. San Francisco: Appl. Geogr. Dev., 1981. p. 45-57.

SRAW, R. H. A weighted moisture - stress index for com in Iowa. Iowa state: J. Res. n. 49, 1974. p. 44-101.


Submetido em:
29/06/1993

Aceito em:
30/11/1994

5e9349f90e88255638dafd06 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections