Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5e934e580e88255944dafd07
Revista de Economia e Sociologia Rural
ARTIGO ORIGINAL

ANÁLISE DO IMPACTO DO ROMPIMENTO DO ACORDO INTERNACIONAL DO CAFÉ SOBRE O BRASIL E A COLÔMBIA

IAMA BAQUERO HAEBERLIN; ERLY CARDOSO TEIXEIRA; MARIA HELIA LEÓN KAM-CHINGS

Downloads: 0
Views: 74

Resumo

Esse trabalho examina a hipótese de que o café brasileiro e o café colombiano são produtos diferenciados, apresentando elasticidades-preço, preço-cruzada e renda da demanda dis- tintas. Estima-se a demanda de importação para o café brasileiro e para o café colombiano para os 14 principais países importadores. Regressão de cumeeira é o método de estimação empregado. O café brasileiro tem elasticidade-preço e elasticidade-renda da demanda menores que a do café colombiano, o que significaria maior perda de receita cambial pelo Brasil do que pela Colômbia com a interrupção do AIC. Este resultado, entretanto, é amortecido pela característica de bem complementar do café colombiano em relação ao brasileiro, enquanto para o café colombiano o café brasi- leiro é às vezes complementar e às vezes substituto. Contudo, as duas demandas são inelásticas, lo- go os dois países perdem receita cambial com o fim do AIC.

Palavras-chave

demanda de café do Brasil, demanda de café da Colômbia.

Referências

AKIYAMA, T. & VARANGIS, P. Prospects for the world coffee market. The World Bank Staff Paper. Washington, D.C., 1989. 31p.

ALIMANDRO, R. Antecipando as conseqüências do livre mercado. Conjuntura Econômica, v.43, n.9, p.109-114, set. 1989.

ARRUDA, M. de L. do C. & T. de F.C.F. Análise comparativa da evolução histórica das produção e preços de café: 1851-1989. Agricultura em São Paulo. Boletim Técnico do Instituto de Eco- nomia Agrícola, vol. 36 Tomo 2, p.17-34, 1989.

CARDENAS, J. El futuro dei mercado internacional dei café y su efecto sobre la economia cafete- ra colombiana. Intervención presentada en el Debate sobre Coyuntura económica No. 15, Bogotá, octubre de 1989.

CARDENAS, J. Algunos aspectos de la nueva coyuntura cafetera. Intervención presentada en el Programa para Presidentes de Empresas. Universidad de los Andes. Bogotá, agosto de 1989.

CARVALHO F. & JULIANO, J. de. Política Cafeeira do Brasil - Seus instrumentos: 1961-1971. São Paulo, USPflPE, 1976.118p.

DAVIRON, B.& LERIN, F. O Brasil e a dinâmica do oligopólio brasileiro. FASE. Rio de Janeiro, 1988.

DELFIM NETTO, A O problema do café no Brasil. IPE/USP. Ensaios Econômicos, n~ 16. São Paulo, 1981. 359p.

FINAGEIV, V. Análise econométrica da demanda de exportação de café brasileiro. Universidade Federal de Viçosa. 1976. (Tese de Mestrado).

GRMFF, J. de. The economics of coffee. Economics of crops in develping countries No. 1. Pudoc Wageningen, Wageningen, 1986. 294p.

IBC - Instituto Brasileiro do Café. Ensaios sobre café e desenvolvimento econômico. Rio de Janei- ro, 1973, 578p.

IBC- Ministério de Indústria e Comércio. Anuário estatístico. Vários anos.

JUNGUITO, R. Política cafetera y ajuste económico después de Londres. En: Debates de Coyun- tura Econ6mica. FEDESARROLLO Y FESCOL, Dic. 1989.

INTERNA TIONAL Financial Statistics Y ear Book 1985. International Monetary Fund, 1986.

PIZANO, D. Procesamiento y mercado de café en la República Federal Alemanha. Bogotá: Fon- do Cultural Cafetero, 1981.

SAYLOR, R.G. & TRENCH de F.C. F. Preço, qualidade e a procura do café. Agricultura em São Paulo. Boletim Técnico do Instituto de Economia Agrícola. Ano XXI, Tomo II, p.25-51, 1974.

YAMAGUCHI, LC. Matrues de elasticidades de oferta: uma aplicação de técnicas modificadas de regressão de cume. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 1982. 53p. Dissertação de Mestrado.


Submetido em:
16/06/1992

Aceito em:
15/03/1993

5e934e580e88255944dafd07 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections