Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/1234-56781806-9479005303002
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

Impactos Socioeconômicos de Reduções nas Perdas Pós-colheita de Produtos Agrícolas no Brasil

Cinthia Cabral da Costa; Joaquim José Martins Guilhoto; Heloisa Lee Burnquist

Downloads: 0
Views: 337

Resumo

Resumo: : Países da América Latina, incluindo o Brasil, apresentam níveis de perdas pós-colheita de produtos agrícolas superiores aos observados em países mais desenvolvidos. O presente estudo teve como objetivo estimar os impactos que a economia brasileira poderia obter caso os níveis destas perdas no País fossem reduzidas para os níveis observados em países de alta renda. Para isto, calculou­-se a redução nas perdas pós-colheita de produtos agrícolas no País e, utilizando a matriz insumo-produto do Brasil, foram estimados os impactos que esta redução poderia causar na economia brasileira, resultante do aumento dos serviços de processamento, transporte e comércio, que seriam incluídos naqueles produtos recuperados. Observou-se que, a preços de 2012, esta redução nas perdas pós­-colheita implicaria em aumento de R$ 9,8 bilhões no valor da produção agrícola. Considerando os impactos diretos, indiretos e de efeito renda, identificou­-se que um aumento na demanda por serviços de processamento, transporte e comércio originado pelo aumento desta oferta, pode elevar o valor da produção da economia em R$ 18 bilhões, o PIB do País em R$ 9,7 bilhões e gerar mais de 300 mil empregos. Tais resultados ilustram que, face à grande importância dos produtos agrícolas para a economia brasileira, a redução nas perdas pós-colheita pode gerar benefícios econômicos substanciais para o País.

Palavras-chave

Análise de insumo-produto, Perda pós-colheita, Transporte, Comércio, Processamento.

Referências

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Comércio Exterior. Estatísticas de Comércio Exterior. Aliceweb. Disponível em: <Disponível em: http://www.aliceweb.desenvolvimento.gov.br >. Acesso: 25 mar. 2014. s.d

FAO. Food and Agriculture Organization of the United Nations. Statistics. Databases. FAOSTAT. Production. Disponível em: <Disponível em: http://www.faostat3.fao.org/faostat-gateway/go/to/download/Q/*/E >. Acesso em: 6 mar. 2014a.s.d

FAO. Food and Agriculture Organization of the United Nations. Statistics. Databases. Fisheries and aquaculture. Disponível em: <Disponível em: http://www.faostat3.fao.org/faostat-gateway/go/to/download/Q/*/E >. Acesso em: 06 mar. 2014b. s.d

GUILHOTO, J. M. e SESSO FILHO, U. A. Estimação da matriz insumo-produto a partir de dados preliminares das Contas Nacionais. Economia Aplicada , v. 9, n. 1, abr./jun. 2005.

GUSTAVSSON, J. et al. Global food losses and food waste : extent, causes and prevention. Food and agriculture organization of the United Nations - FAO. 2011.

GUSTAVSSON, J et al. The methodology of the FAO study: "Global food losses and food waste: extent, causes and prevention" - FAO, 2011. SIK report nº 857, 2013.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Download. Estatísticas. Contas Nacionais. Disponível em: <Disponível em: http://www.downloads.ibge.gov.br/downloads_estatisticas.htm >. Acesso em: 5 mar. 2014a. s.d

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Produção Agrícola Municipal. Disponível em: <Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/pam/2012/ >. Acesso em: 25 fev. 2014b.s.d

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Produção Pecuária Municipal. Disponível em: <Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/ppm/2012 >. Acesso em: 27 fev. 2014c.s.d

MILLER, R. E. e BLAIR, P. D. Input-output analysis : foundations and extensions, ed. Cambridge: Cambridge University Press, 2009.
 

5cf3468d0e8825e40c4aa3aa resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections