Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/1234-56781806-94790550407
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

Fluxo das Exportações Brasileiras de Cachaça: traços da influência do Estado no setor

André Luiz de Paiva; Rosália Beber de Souza; Ikaro Daniel de Carvalho Barreto; Mozar José de Brito

Downloads: 0
Views: 712

Resumo

Resumo:: A cachaça é considerada uma bebida genuinamente brasileira, produzida em todo o território nacional e exportada para todos os continentes. Dada a sua relevância, propõe-se, neste trabalho, descrever o fluxo das exportações da bebida, destacando os países importadores e estados produtores, bem como a influência das políticas públicas e dispositivos legais de incentivo à produção/comércio da bebida. Para tal estudo, considerou-se uma amostragem de 1997 a 2015, classificando-a entre os períodos das gestões dos governos de Fernando Henrique Cardoso, Luís Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, de modo que se pudesse analisar a evolução das exportações a partir da formação de grupos, ou clusters, dos países importadores com base nos três períodos analisados. Os resultados apontaram que as exportações da cachaça brasileira e, por conseguinte, os mercados consumidores, têm aumentado no decorrer dos anos, sendo tal fenômeno relacionado à atuação do Estado na cadeia produtiva da bebida.

Palavras-chave

exportações, cachaça, governo FHC, governo Lula, governo Dilma, análise de clusters

Referências

BRAGA, M. V. F; e KIYOTANI, I. B. A cachaça como patrimônio: turismo cultura e sabor. Revista de Turismo Contemporâneo - RTC, v. 3, n. 2, p. 254-275, jul./dez. 2015.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Decreto nº 4062, 21 dez. 2001. Define as expressões “cachaça”, “Brasil e “cachaça do Brasil” como indicações geográficas e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 22 de dez.2001.

BRESSER-PEREIRA, L. C. O governo Dilma frente ao “Tripé macroeconômico” e à direita liberal e dependente. Novos Estudos CEBRAP, n. 95, mar. 2013.

CAVALCANTE, T; e LIMA, M. C. A política comercial do governo Lula (2003- 2010): uma análise comparativa das relações comerciais do Brasil com o Mercosul e com o resto do mundo. Século XXI, v. 4, n. 2, 2013.

CERIBELI, D. L. et al. Orientação regional e competitividade do agronegócio da cachaça para a Alemanha e os Estados Unidos. Revista de Política Agrícola, v. 19, n. 3, p. 21-32, 2010.

CHALITA, M. A. N; e SILVA, C. R. L. Cachaça: desempenho comercial e qualidade de uma bebida genuinamente brasileira. Instituto de Economia Agrícola-IEA, Textos para discussão n. 21, 2010.

CORNELET, J. M. C. A política externa de Dilma Rousseff: contenção na continuidade. Conjuntura Austral, v. 5, n. 24, 2014.

COSTA, N. R; e LAMARCA, I. Os Governos FHC e Lula e a política para a força de trabalho civil do Governo Central Brasileiro. Ciência & Saúde Coletiva, v. 18, n. 6, p. 1601-1611, 2013.

COUTINHO, E. P. Dinâmica da modernização do setor de produção de aguardente de cana-de-açúcar no Brasil: construindo uma cachaça de qualidade. 2001. Tese de doutorado COPPE, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

FERNANDES, J. P. T. Elementos de Economia Política Internacional. 2. ed.Coimbra, Portugal: Editora Almedina, 2012.

FIRME, V. A. C; e VASCONCELOS, C. R. F. Identificação de nichos de mercado para países exportadores: uma análise multivariada para o ano de 2011. Análise Econômica, v. 33, n. 64, 2015.

GOMES, E. G; SOUZA, G. D. S; e GAZZOLA, R. Uma análise do comércio internacional de carnes. Revista de Política Agrícola, v. 18, n. 3, p. 8-24, 2009.

HAIR JR., J. F. et al. Análise multivariada de dados. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

IBRAC. Instituto Brasileiro da Cachaça 2016. Disponível em: <http://www.ibraccachacas.org/>.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. Porto Alegre: Bookman , 2006.

MANLY, B. J. F. Métodos estatísticos multivariados: uma introdução. 3. ed. Porto Alegre: Bookman , 2008.

OLIVEIRA, G; e TUROLLA, F. A. Política Econômica do Segundo Governo FHC: Mudança em Condições Adversas. Tempo Social - Revista de Sociologia da USP, v. 15, n. 2, nov. 2003.

OLIVEIRA, I. T. M. Política comercial e política externa no Brasil: uma análise da estratégia de negociação comercial brasileira (1995-2010). IPEA. Texto Para Discussão1765, 2012.

OLIVEIRA NETO, V. I. Desafios e oportunidades da cachaça no comércio internacional. Dissertação (Mestrado Profissional em Economia Aplicada). Universidade Federal de Pernambuco: Recife, PE, 2005.

RODRIGUES, W; e BENEDICTO, G. C. Uma análise das políticas do comércio exterior brasileiro nos últimos quinze anos. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, v. 2, n. 2, p. 27-51, 2009.

SEBRAE - Serviço Brasileiro de Apoio às Pequenas e Médias Empresas. Cachaça artesanal - SÉRIE ESTUDOS MERCADOLÓGICOS, SEBRAE 2013 - Relatório Completo. Disponível em:<http://bis.sebrae.com.br/GestorRepositorio/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/444c2683e8debad2d7f38f49e848f449/$File/4248.pdf>.

OLIVEIRA, G; e TUROLLA, F. A. Política Econômica do Segundo Governo FHC: Mudança em Condições Adversas. Tempo Social - Revista de Sociologia da USP, v. 15, n. 2, nov. 2003.

SILVA, F. R. Na embriaguês da cachaça: produção, imaginário e marketing. 111 f. Dissertação (Mestrado em História), Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.

SIQUEIRA E. D; e DIAS N. C. “A cachaça é nossa”: cultura e ideologia na construção da identidade nacional brasileira. In: VII Jornadas Santiago Wallace de Investigación en Antropología Social. Anais... UBA, Buenos Aires, 2013.

SOUZA, M. A. F; e VALE, F. N. Considerações Estratégicas sobre a Indústria da Cachaça. In: SIMPÓSIO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 11., 2004, Bauru. Anais... Bauru: UNESP, 2004.

SOUZA, R. L. de. Cachaça, vinho, cerveja: da colônia ao século XX. Estudos Históricos, n. 33, p. 1-22, 2004.

TEIXEIRA, R. A; e PINTO, E. C. A economia política dos governos FHC, Lula e Dilma: dominância financeira, bloco no poder e desenvolvimento econômico. Economia e Sociedade, Campinas, v. 21, Número Especial, p. 909-941, dez. 2012.

VERDI, A. R. Dinâmicas e perspectivas do mercado da cachaça. Informações Econômicas, São Paulo, v. 36, n. 2, p. 93-98, fev. 2006.
 

5cee8ad70e88253a46a63c0f resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections