Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/1234-56781806-94790570107
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

O Desenvolvimento Rural no Estado do Rio de Janeiro a partir de Uma Análise Multidimensional1

Raquel Pereira de Souza

Downloads: 2
Views: 1880

Resumo

Resumo:: A pequena importância econômica da agropecuária para o estado do Rio de Janeiro não implica na inexistência de áreas rurais, mas, sim, que as áreas rurais do estado estejam diante de uma realidade em que outras funções dos espaços rurais estejam presentes (lazer, turismo) e que essa ruralidade seja capaz de fornecer processos virtuosos de desenvolvimento rural. Dessa forma, o presente artigo tem por objetivo analisar e comparar os processos de desenvolvimento rural no estado do Rio de Janeiro a partir de indicadores multidimensionais de desenvolvimento rural, resgatando seus determinantes. Para tanto, foi realizada uma adaptação da metodologia proposta por Kageyama (2008). Os dados necessários à construção dos indicadores foram coletados principalmente nos Censos Demográfico e Agropecuário do IBGE e no Ministério da Educação. A técnica estatística utilizada foi a análise fatorial e a de cluster. A análise apontou a existência de uma situação heterogênea em termos de desenvolvimento no espaço rural fluminense, havendo regiões onde o processo de desenvolvimento tem se mostrado virtuoso e associado à expansão do setor fabril e de serviços e outras situações em que o passivo dos ciclo do café e da cana levaram a situação oposta.

Palavras-chave

indicadores, desenvolvimento rural, Rio de Janeiro, análise de clusters

Referências

ALENTEJANO, P.R. A evolução do espaço agrário fluminense. GEOgraphia, ano 7, n. 13, 2005.

ARAUJO, C.A.L. Desenvolvimento rural: uma análise de indicadores populacionais, sociais, econômicos e ambientais. Universidade Estadual de Montes Claros. Dissertação de Mestrado (Desenvolvimento Social), 2014.

AZEVEDO, H.J. Uma análise da cadeia produtiva da cana-de-açúcar na região Norte Fluminense. In: PESSANHA, R.M., SILVA NETO, R. (Orgs.) Economia e desenvolvimento no Norte Fluminense: da cana de açúcar aos royalties do petróleo. Campos dos Goytacazes-RJ: WTC Editora, 2004.

CARNEIRO, M.J.; ROCHA, B.N.R. Limites e possibilidade da construção de “territórios de desenvolvimento” na Região Serrana do Rio de Janeiro. Politica e Sociedade, n. 14, abr. 2009.

CENSO AGROPECUÁRIO. Resultados do universo. Rio de Janeiro: IBGE, 2006. Disponível em: <Disponível em: http://www.ibge.gov.br >. Acesso em: fev. 2016.

CENSO DEMOGRÁFICO 2010. Características da população e dos domicílios: resultados do universo. Rio de Janeiro: IBGE , 2011. Disponível em: <Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/caracteristicas_da_populacao/resultados_do_universo.pdf >. Acesso em: mar. 2013.

CEPERJ- Centro de Estatísticas, Estudos e Pesquisas. Valor adicionado bruto a preços de mercado. 2009. Disponível em: Disponível em: http://www.fesp.rj.gov.br/ . Acesso em: fev. de 2016.

CEPERJ. Mapa do Estado do Rio de Janeiro - Regiões de Governo e Municípios. 2013. Disponível em: <Disponível em: http://www.ceperj.rj.gov.br/ceep/info_territorios/Reg%20Gov_2013.pdf >. Acesso em: jan. 2018.

CHALITA, M. A. N. Desenvolvimento rural, agricultura e natureza: novas questões de pesquisa. Agricultura em São Paulo, São Paulo, v. 52, n. 1, p. 97-11, jan./jun.2005.

CIDE. Estado do Rio de Janeiro Regiões de Governo (descrição), 2009. Disponível em: <Disponível em: http://www.cide.rj.gov.br/download/Regioes_de_Governo_2009.pdf >. Acesso em:out. 2015.

CONTERATO, M.A.; SCHNEIDER, S.; WAQUIL, P.D. Desigualdade regionais de desenvolvimento rural do Rio Grande do Sul: uma proposta de análise multidimensional a partir de três microrregiões. Ensaios FEE, v. 39, p. 615-654, 2009.

CRUZ, J.L.V. Origem, natureza e persistência das desigualdades sociais no Norte Fluminense. In: CARVALHO, A.M.; TOTTI, M.E.F. (Orgs.). Formação histórica e econômica do Norte Fluminense. Rio de Janeiro: Garamond, 2006.

GRAZIANO, J.G.; DEL GROSSI, M.E. A pluriatividade na agropecuária brasileira em 1995. In: XXXVICongresso da Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural, 1998, Brasília- DF. Vol. 2, p. 635-646. 1998.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Estados mais pobres aumentam participação no PIB em dez anos, aponta IBGE, 2014. Disponível em: <Disponível em: http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2014/11/14/estados-mais-pobres-aumentam-participacao-no-pib-em-dez-anos-aponta-ibge.htm >. Acesso em: mar. 2016.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS. Censo escolar: resultados. Brasília: MEC, 2010.

KAGEYAMA, A. Desenvolvimento rural: conceito e um exemplo de medida. In: XLIICongresso da Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural, 2004, Cuiabá “Dinâmicas Setoriais e Desenvolvimento Regional” 2004.

KAGEYAMA, A. Desenvolvimento rural no Rio Grande do Sul. In: SCHNEIDER, S. (Org.). A diversidade da agricultura familiar. Porto Alegre: UFRGS Editora, 2006.

KAGEYAMA, A. Desenvolvimento rural: conceitos e aplicação ao caso brasileiro. Porto Alegre: UFRGS Editora , 2008.

MARAFON, J.G. Turismo em áreas rurais no Rio de Janeiro. Ciencias Sociales Online, v. I, n. 2, p. 85-102, 2007.

MARAFON, J.G. et al. Geografia do estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Gramna, 2011.

MELO, C.O.; PARRÉ, J.L. Índice de desenvolvimento rural dos municípios paranaenses: determinantes e hierarquização. Revista de Economia e Sociologia Rural, Brasília, v. 45, n. 2, abr./jun. 2007.

MELO, R.F. Análise do desenvolvimento rural na região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba: caracterização dos municípios com base em indicadores populacionais, econômicos, ambientais e bem-estar social. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Uberlândia, 2005.

MOREIRA, R. Uma análise crítica do modelo de desenvolvimento do estado do Rio de Janeiro. In : MOREIRA, R. et al. Anais do Seminário. Niterói: EDUFF, 2001. p. 127-132.

NAVARRO Z. Desenvolvimento rural no Brasil: os limites do passado e os caminhos do futuro. Estudos Avançados, v. 15, n. 43, 2001.

NEY, V.S.P. Atividades agrícolas e não agrícolas no meio rural do estado do Rio de Janeiro. Tese (Doutorado em Produção Vegetal) - Universidade estadual do Norte Fluminense, 2010.

PACHECO, C.A.G. O impacto dos royalties do petróleo no desenvolvimento econômico dos municípios da região norte fluminense. In: Anais do 3° Congresso Brasileiro de P&D em Petróleo e Gás. Salvador(BA). 2005.

RUA, J. Urbanidades e novas ruralidades no Estado do Rio de Janeiro: algumas considerações teóricas. In: MARAFON, G.J.; IBEIRO, M.F. (Orgs.). Estudos de Geografia Fluminense. Rio de Janeiro: Livraria e Editora Infobook, 2002.

RUA, J. Urbanidades no rural em um trecho da região serrana fluminense - a rodovia Teresópolis- Nova Friburgo. In: IEncontro de Grupos de Pesquisa - Agricultura, Desenvolvimento Regional e Transformações Sócio-Espaciais, Rio de Janeiro, 2005.

RUA, J. Urbanidades no rural: o devir de novas territorialidades. CAMPO-TERRITÓRIO: Revista de Geografia Agrária, Uberlândia, v. 1, n. 1, p. 82-106, fev. 2006.

SILVA, F. F. Distribuição de crédito para a agricultura familiar: um estudo do PRONAF a partir de um indicador de desenvolvimento rural. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Uberlândia, 2006.

SOBRAL, B.L.B. Limites ao desenvolvimento do estado do Rio de Janeiro: aspectos estruturais de seu processo de industrialização no período recente. Econômica, Rio de Janeiro, v. 11, n. 2, p. 133-154, dez. 2009.

TEIXEIRA, V.L. Novos contornos ocupacionais no meio rural fluminense: estudo sobre a pluriatividade entre agricultores familiares. 2009. Tese (Doutorado em Ciências Econômicas) - UNICAMP 2009,.

VEIGA, J.E. A face rural do desenvolvimento: natureza, território e agricultura. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2000.

WYE GROUP. Statistics on rural development and agricultural household income. Nações Unidas, 2011. Disponível em: <Disponível em: http://www.fao.org/wairdocs/am087e/am087e.pdf >. Acesso em: mar. 2016.
 

5cef0f590e88258c7c4aa39d resr Articles

resr

Share this page
Page Sections