Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/1806-9479.2019.178308
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

Mercado de carne de frango brasileiro no contexto dos novos acordos regionais de comércio: Transpacífico e Transatlântico

Angélica Pott de Medeiros; Reisoli Bender Filho

Downloads: 0
Views: 121

Resumo

O estudo tem por objetivo examinar os possíveis impactos da implementação dos acordos Transpacífico e Transatlântico sobre o mercado de carne de frango brasileiro. A metodologia aplicada deriva de um Modelo de Equilíbrio Espacial na forma de um Problema de Complementaridade Mista (PCM), baseando na simulação de cinco cenários alternativos, cujo objetivo foi evidenciar possíveis mudanças no mercado da carne de frango decorrentes da implementação de novos acordos comerciais. Os resultados indicam que, de maneira geral, com a efetivação de ambos os acordos, o setor de carne de frango brasileiro pode invariavelmente ter prejuízos, principalmente no que se refere à produção e, em consequência, afetar os preços e os excedentes dos produtores. Os cenários mais prejudiciais ao Brasil consistem na formação do TPP em sua forma mais ampla, baseando-se na eliminação das barreiras tarifárias e não tarifárias, como também na formação simultânea dos acordos, nos quais o País apresenta perda líquida de bem-estar. A partir disso, ressalta-se a importância da negociação de acordos comerciais para garantir ao setor condições de expansão e acesso a novos mercados.

Palavras-chave

mercado internacional de carne de frango; acordos comerciais e integração regional; TPP; TTIP; equilíbrio espacial

Referências

Alvim, A. M. (2010). As consequências dos acordos de livre comércio sobre o setor de lácteos no Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural48(2), 405-428. [ Links ]

Alvim, A. M., & Waquil, P. D. (2007). Os efeitos do livre comércio sobre o mercado de grãos no Brasil. Análise Econômica25(47), 23-42. [ Links ]

Aslan, B., Kutuk, M. M., & Oduncu, A. (2015). Transatlantic trade and investment partnership and trans‐pacific partnership: policy options of China. China & World Economy23(6), 22-43. Recuperado em 06 de janeiro de 2016, de http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/cwe.12134/full. [ Links ]

Avisite (2015). Principais países produtores de frango da União Europeia. Campinas. Recuperado em 21 de novembro de 2016, de http://www.avisite.com.br/noticias/index.php?codnoticia=15756 [ Links ]

Bender Filho, R., & Alvim, A. M. (2007). O mercado de carne bovina no Brasil: os efeitos da eliminação das barreiras tarifárias e não-tarifárias. Revista de Economia e Sociologia Rural46(4), 1095-1127. [ Links ]

Berden, K., Francois, J., Thelle, M., Wymenga, P., & Tamminen, S. (2009). Non-tariff measures in EU-US trade and investment-an economic analysis (237 p.). Rotterdam. Recuperado em 6 de janeiro de 2016, de http://trade.ec.europa.eu/doclib/docs/2009/december/tradoc_145613.pdf [ Links ]

Brasil. Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior – MDIC. (2016). Simulador de preço de exportação. Brasília. Recuperado em 01 de maio de 2016, de http://simuladordepreco.mdic.gov.br/ [ Links ]

Burfisher, M. E., Dyck, J., Meade, B., Mitchell, L., Wainio, J., Zahniser, S., Arita, S., & Beckman, J. (2014). Agriculture in the Trans-Pacific Partnership. Washington: USDA-ERS Economic Research. Recuperado em 27 de janeiro de 2016, de http://www.ers.usda.gov/media/1692500/err176_summary.pdf [ Links ]

Centre for Economic Policy Research – CEPR. (2013). Impact Assessment Report on the future of EU-US trade relations. Strasbourg. Recuperado em 13 de janeiro de 2016, de http://trade.ec.europa.eu/doclib/docs/2013/march/tradoc_150759.pdf [ Links ]

European Comission. (2016). Report of the 14th Round of Negotiations. Bruxelas. Recuperado em 1 de outubro de 2016, de http://trade.ec.europa.eu/doclib/docs/2016/august/tradoc_154837.pdf [ Links ]

Food and Agricultural Organization of the United Nations – FAO. (2016). FAO Statistics Series. Roma. Recuperado em 02 de fevereiro de 2016, de http://faostat3.fao.org/home/ [ Links ]

François, J., Manchin, M., Norberg, H., Pindyuk, O., & Tomberger, P. (2013). Reducing transatlantic barriers to trade and investment – an economic assesment, Centre for Economic Policy Research. Recuperado em 6 janeiro de 2016, de https://ideas.repec.org/p/lnz/wpaper/20130401.html [ Links ]

Gründling, R. D. P., & Waquil, P. D. (2015). Efeitos de acordos comerciais sobre o setor de carne bovina no MERCOSUL. Revista de Economia e Agronegócio - REA, 5(4), 567-590. [ Links ]

Lima, C. Z., Goncalves, M. F., & Teixeira, E. C. (2014). Impacts of a trade liberalization agreement between the United States and the European Union on Brazilian Agribusiness. In Proceedings of the 5º Regional Meeting: Public Policy Analysis with Computable General Equilibrium Models. Bogota, Colombia: PPAC. Recuperado em 06 de janeiro de 2016, de http://www.paeg.ufv.br/wp-content/uploads/Cicero-Zanetti-de-Lima.pdf [ Links ]

Miyazaki, S. Y. M. (Org.). (2013). Integração econômica regional (1. ed.). São Paulo: Saraiva. [ Links ]

Monteiro, S. (2014). Prova de força. Revista Conjuntura Econômica, 68(4), 34-37. Recuperado em 06 jan. 2016 de http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rce/article/view/31706/30498 [ Links ]

Organização Mundial do Comércio – OMC. (2016). Portal Integrado de Informação Comercial. Genebra. Recuperado em 01 de maio de 2016, de http://i-tip.wto.org/goods/Default.aspx [ Links ]

Organization for Economic Co-operation and Development – OECD. (2005). Agricultural Policies in OECD countries Monitoring and Evaluation 2005. Paris. Recuperado em 01 de maio de 2016, de http://www.oecd.org/tad/agricultural-policies/35016763.pdf [ Links ]

Petri, P. A., & Plummer, M. G. (2016). The economic effects of the trans-pacific partnership: new estimates (Working Paper, 16-2). Washington: Peterson Institute for International Economics. Recuperado em 26 de outubro de 2016, de https://piie.com/system/files/documents/wp16-2_0.pdf. [ Links ]

Porto do Rio Grande. (2016). Tarifa portuária. Rio Grande. Recuperado em 01 de maio de 2016, de http://www.portoriogrande.com.br/site/estrutura_portuaria_tarifas.php [ Links ]

Samuelson, P. A. (1952). Spatial price equilibrium and linear programming. The American economic review42(3), 283-303. Recuperado em 06 de janeiro de 2016, de ttp://www.jstor.org/stable/pdf/1810381.pdf?acceptTC=true [ Links ]

Silva, M. L. (2016). O impacto da Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP) nas macrorregiões brasileiras (Dissertação de mestrado). Programa de Pós-graduação em Administração, Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria. [ Links ]

Silva, M. L., Coronel, D. A., & Silva, R. A. (2015). O impacto da Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP) para os principais parceiros comerciais do Brasil: China e MERCOSUL. In Anais do 13º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos Regionais Urbanos. Curitiba: ENABER. Recuperado em 06 de janeiro de 2016, de http://www.brsa.org.br/fotos/artigo1-2015-05-31-00-59-11.pdf [ Links ]

Sousa, D. P., & Osaki, M. (2005). Caracterização do mercado internacional de carne de frango Brasil x Estados Unidos. In Anais do 43º Congresso da Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural. Ribeirão Preto: SOBER. Recuperado em 20 de janeiro de 2016, de http://www.cepea.esalq.usp.br/pdf/Sober_Danusa.pdf. [ Links ]

Thorstensen, V. (2012). Impactos da crise econômica e financeira na regulação do comércio internacional. (Boletim de Economia e Política Internacional, 12). Recuperado em 08 de fevereiro de 2016, de http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/4456/1/BEPI_n12_impacto.pdf [ Links ]

Thorstensen, V., & Ferraz, L. (2014a). O isolamento do Brasil em relação aos acordos e mega-acordos comerciais. (Boletim de Economia e Política Internacional). Recuperado em 09 de março de 2016, de http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/3762/1/BEPI_n16_isolamento.pdf [ Links ]

Thorstensen, V., & Ferraz, L. (2014b). The impacts of TTIP and TPP on Brazil. São Paulo: Fundação Getúlio Vargas. Recuperado em 18 de janeiro de 2016, de http://ccgi.fgv.br/sites/ccgi.fgv.br/files/file/Publicacoes/TTIP%20e%20TPP%20(ENG)%2016.01,14.pdf [ Links ]

United States Department of Agriculture Foreign Agricultural Service – USDA. (2016a). World supply and distribution online. Washington. Recuperado em 20 de janeiro de 2016, de http://www.fas.usda.gov/psdonline [ Links ]

United States Department of Agriculture Foreign Agricultural Service – USDA. (2016b). Commodity and Food Elasticities. Washington: USDA. Recuperado em 20 de maio de 2016, de http://www.ers.usda.gov/data-products/commodity-and-food-elasticities.aspx [ Links ]

United States Trade Representative – USTR. (2014). 18,000 Tax Cuts on Made-in-America exports: a guide to how tax cuts will benefit exporting in your state. Washington: USTR. Recuperado em 20 de janeiro de 2016, de https://ustr.gov/sites/default/files/TPP-Guide-to-18000-Tax-Cuts.pdf [ Links ]

United States Trade Representative – USTR. (2015). Tariff Elimination Schedule. Washington: USTR. Recuperado em 02 de fevereiro de 2016, de https://ustr.gov/trade-agreements/free-trade-agreements/trans-pacific-partnership/tpp-full-text [ Links ]

Waquil, P. D. (1995). Primal-dual spatial equilibrium model with intermediate products: application to the agricultural sector in the MERCOSUR. (Doctoral dissertation). University of Wisconsin, Madison. [ Links ]


Submetido em:
10/04/2017

Aceito em:
07/12/2018

5dee56400e88251d7fb5f733 resr Articles

resr

Share this page
Page Sections