Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/1806-9479.2019.186792
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

Produtividade e eficiência agrícola nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (Palop) e Timor-Leste

Agricultural Productivity and Efficiency in the Portuguese Speaking African Countries (PALOP) and East-Timor

Ansu Mancal; Geraldo Sant’Ana de Camargo Barros

Downloads: 0
Views: 82

Resumo

Os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (Palop) e Timor-Leste são países em estágios iniciais de desenvolvimento com forte presença econômica do setor agrícola. O objetivo deste estudo é investigar a produtividade e eficiência agrícola desses países. Utilizou-se neste trabalho o procedimento da Fronteira Estocástica para estimar a fronteira de produção agrícola para os Palop e Timor-Leste, a partir do qual foi determinado o Índice de Produtividade Total de Fatores (IPTF) de Malmquist. Nos Palop e Timor-Leste, a Produtividade Total de Fatores (PTF) agrícola é baixa frente às disponibilidades tecnológicas no setor em termos mundiais. A predominância da pequena produção faz da eficiência o componente mais importante do desempenho do setor nestes países.

Palavras-chave

Palop e Timor-Leste, produtividade agrícola

Abstract

The Portuguese-Speaking African Countries (Palop) and East Timor are countries in the early stages of development with a strong presence of agricultural sector in their economies. The objective of this study is to investigate the agricultural productivity and efficiency of these countries. The Stochastic Frontier procedure was used to estimate the agricultural production frontier for Palop and East Timor, from which the Malmquist Total Factor Productivity Index (IPTF) was determined. In the Palop and East Timor, Total Agricultural Factor Productivity (TFP) is low against the technological availability in the sector worldwide. The dominance of small production makes efficiency the most important component of the sector’s performance in these countries.

Keywords

Palop and East Timor and, agricultural productivity

Referências

Almeida, A. J. F. C. (2012). Consumo e segurança alimentar em São Tomé e Príncipe: estudo de caso no distrito de água grande (Dissertação de mestrado). Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa. Recuperado em 30 de junho 2016, de www.repository.utl.pt

Alves, V. E. L. (2011). A questão agrária brasileira e moçambicana: semelhanças e diferenciações. Geousp-Espaço e Tempo, 29, 57-74. Recuperado em 20 de maio de 2016, de http://citrus.uspnet.usp.br

Angola. (2011). Serviços para o cidadão. Ministério da agricultura e desenvolvimento rural. Recuperado em 14 de dezembro de 2015, de www.minagri.gov.ao

Barbosa, J. G. (2001). Políticas públicas e estratégia de desenvolvimento para S. Tomé e príncipe (Dissertação de mestrado). Instituto Superior de Economia e Gestão, Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa. Recuperado em 30 de junho de 2016, de www.repository.utl.pt

Brito, B. R. (2004). Turismo ecológico: uma via para o desenvolvimento sustentável em São Tomé e Príncipe (Tese de doutorado). Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, Lisboa. Recuperado em 20 de junho de 2016, de http://193.136.21.50/handle/10961/474

Brito, B. R. (2006). Estudo socioeconómico e diagnóstico para acompanhamento das condições de bem-estar das famílias da Região de Cacheu. Instituto Marquês de Valle Flôr - Acção Para O Desenvolvimento, Lisboa. Recuperado em 13 de abril de 2016, de www.fao.org

Cassamá, M. (2010). Esforço fiscal nos países em desenvolvimento: o caso da Guiné-Bissau (Dissertação de mestrado). Universidade Técnica de Lisboa, Instituto Superior de Economia e Gestão, Lisboa. Recuperado em 11 de abril de 2016, de https://www.repository.utl.pt

Classen, S. F. (2013). Análise do discurso e dos antecedentes do programa ProSAVANA em Moçambique – enfoque no papel do Japão. Tóquio. Recuperado em 01 de junho de 2016, de www.open.ac.uk

Coelli, T. J., Rao, D. S. P., O’Donnell, C. J., & Batetese, G. (1998). An introduction to efficiency and productivity analysis. New York: Springer.

Contini, E. (2011). Impactos de investimentos em investigação agrária. In Z. Samberry (Ed.), Investigação agrária em Angola: desafios e propostas. Distrito Federal: Embrapa Informação Tecnológica. Recuperado em 14 de dezembro de 2016, de www.alice.cnptia.embrapa.br

Costa, I. M. S. (2010). Contributos do PNUD para o Desenvolvimento de São Tomé e Príncipe. Coimbra: Universidade de Coimbra, Faculdade Economia. Recuperado em 01 de julho de 2016, de https://estudogeral.sib.uc.pt

Dethier, J. J., & Effenberger, A. (2012). Agriculture and development: a brief review of the literature. Economic Systems, 36(2), 175-205. Recuperado em 26 de agosto de 2016, de www.periodicos.capes.gov.br

Deus, C. C., Henriques, P. D. S., Jorge, F., & Narciso, V. (2012). O impacto do desempenho da Cooperativa Café Timor na satisfação e qualidade de vida dos seus membros. In M. Leach, N. C. Mendes, A. B. Silva, B. Boughton & A. C. Ximenes (Eds.), Peskiza foun Kona ba / Novas investigações sobre / New research on / Penelitian Baru mengenai Timor-Lest (pp. 111-117). Hawthorn: Swinburne Press. Recuperado em 06 de julho de 2016, de http://dspace.uevora.pt

Fingleton, B. (2004). Regional economic growth and convergence: insights from a spatial econometric perspective. In L. Anselin, R. J. G. M. Florax, & S. J. Rey (Eds.), Advances in spatial econometrics: methodology, tools and applications (Advances in Spatial Science, pp. 397-432). Berlin: Springer.

Food and Agriculture Organization of The United Nations – FAO. (2015). Statistics division. Rome: FAO. Recuperado em 05 de outubro de 2015, de http://faostat3.fao.org

Furtan, W. H., & Gray, R. S. (1981). The translog production function: application to saskatchewan agriculture. Canadian Journal Of Agricultural Economics, 29(1), 82-86. Recuperado em 27 de junho de 2016, de http://onlinelibrary.wiley.com

Halter, A. N., Carter, H. O., & Hocking, J. G. (1957). A note on the transcendental production function: y=cx1a1eb1x1x2a2eb2x2. American Journal Of Agricultural Economics, 39(4), 966-974.

Henriques, I. C. F. (2008). Gestão de infestantes de culturas agrícolas em Angola. Casos de estudo - milho e batata na província do Huambo (Tese de doutorado). Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa. Recuperado em 11 de maio de 2016, de www.repository.utl.pt

Indjai, M. Q. (2014). Políticas públicas na perspectiva do desenvolvimento rural sustentável da Guiné-Bissau (Dissertação de mestrado). Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional, Universidade Tecnológica Federal de Paraná, Pato Branco. Recuperado em 06 de abril de 2016, de http://repositorio.utfpr.edu.br

Instituto Nacional de Estatística – INE. (2015). Informações do país. Guiné-Bissau. Recuperado em 06 de abril de 2016, de http://www.stat-guinebissau.com/

Instituto Nacional de Estatística de Cabo Verde – INE-CV. (2015). Anuário estatístico 2015. Praia. Recuperado em 19 de abril de 2016, de http://www.ine.cv

Instituto Nacional de Estatística de Moçambique – INE-M. (2011). Censo agro–pecuário 2009 – 2010: resultados definitivos – Moçambique. Maputo. Recuperado em 17 de maio de 2015, de www.ine.gov.mz

Instituto Nacional de Estatística de São Tomé e Príncipe – INE-STP. (2009). Contas Nacionais de São Tomé e Príncipe: Ano 2008. São Tomé. Recuperado em 27 de junho de 2016, de http://www.ine.st/economia.html

Lima, M. S. C. (2011). O sector privado em São Tomé e Príncipe: a qualificação da mão - de - obra e as condições de trabalho no sector do turismo (Dissertação de mestrado). Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa. Recuperado em 01 de julho de 2016, de www.repository.utl.pt

Lopes, M., & Nesbitt, H. (2012). Improving food security in Timor-Leste with higher yield crop Varieties. In Proceedings of The 56th AARES Annual Conference. Minnesota: AgEcon Search. Recuperado em 07 de julho de 2016, de http://ageconsearch.umn.edu

Lote, E. R. (2015). Empresas agrícolas e desenvolvimento económico: potencialidades da província do Huambo (Dissertação de mestrado). Universidade Portucalense, Porto. Recuperado em 06 de maio de 2016, de http://repositorio.uportu.pt

Machado, F. L. (1998). Da Guiné-Bissau a Portugal: Luso-guineenses e imigrantes. Sociologia - Problemas e Práticas, 26, 9-56. Recuperado em 06 de abril de 2016, de http://sociologiapp.iscte.pt

Martins, C. L. (2002). Níveis de anticorpos contra o sarampo entre as mulheres em idade fértil na população da Guiné-Bissau expostas a sarampo natural e a imunização contra osarampo (Dissertação de mestrado). Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro. Recuperado em 06 de abril de 2016, de www.arca.fiocruz.br

Medina, N. (2008). O ecossistema orizícola na Guiné-Bissau: principais constrangimentos à produção na Zona I (regiões de Biombo, Cacheu e Oio) e perspectivas (Dissertação de mestrado). Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa. Recuperado em 12 de maio de 2016, de www.repository.utl.pt

Moçambique. (2007a). Estratégia de Desenvolvimento Rural (EDR). Maputo: Conselho de Ministros. Recuperado em 30 de maio de 2016, de www.nationalplanningcycles.org

Moçambique. Ministério da Agricultura. (2007b). Plano director de extensão agraria 2007 – 2016. Maputo: Direcção Nacional de Extensão Agrária. Recuperado em 22 de maio de 2016, de www.masa.gov.mz

Moçambique. (2015). Informação geral. Maputo: Portal do Governo. Recuperado em 17 de maio de 2015, de www.portaldogoverno.gov.mz

Mosca, J., & Selemane, T. (2012). Mega-projectos no meio rural, desenvolvimento do território e pobreza: o caso de Tete. In L. Brito, C. N. Castel-Branco, S. Chichava, & A. Francisco (Orgs.), Desafios para Moçambique 2012 – Opções de Financiamento do Investimento Público (pp. 231-255). Maputo: IESE. Recuperado em 31 de maio de 2016, de www.iese.ac.mz

Murteira, M., & Abreu, A. T. (1991). A agricultura no desenvolvimento sócio-economico de Cabo Verde (Occasional Papers). Lisboa: Centro de Estudos Africanos, Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa. Recuperado em 20 de abril de 2016, de www.oplop.uff.br

Narciso, V., & Henriques, P. D. S. (2008). O papel das mulheres no desenvolvimento rural: uma leitura para Timor-Leste. In Anais do Centro de Estudos e Formação Avançada em Gestão e Economia. Évora: CEFAGE. Recuperado em 06 de julho de 2016, de file:///C:/Users/Aluno/Downloads/2008_04.pdf

Nascimento, A. (2008a). As ONG em São Tomé e Príncipe: entre a afirmação da sociedade civil e a emulação do clientelismo nas práticas Políticas. In 12ᵃ Assembleia Geral: Governar o Espaço Público Africano. Yaoundé: CODESRIA. Recuperado em 27 de junho de 2016, de https://www.codesria.org/

Nascimento, L. (2008b). Investimento directo estrangeiro em Cabo Verde (Dissertação de mestrado). Business School, Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, Lisboa. Recuperado em 02 de maio de 2016, de http://portaldoconhecimento.gov.cv

Nicolau, Q. C. (2008). Análise das transformações técnicas produtivas da avicultura de corte em Moçambique: do estado estruturante ao liberalismo econômico (Dissertação de mestrado). Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabal. Recuperado em 01 de junho de 2016, de http://repositorio.unesp.br

Pacheco, F., Carvalho, M. L. S., & Henriques, P. D. (2011). Contribuição para o debate sobre a sustentabilidade da agricultura angolana. In M. L. S. Carvalho, M. O. G. Santos & J. Carneiro (Eds.), Atas do 2º encontro Luso-Angolano em Economia, Sociologia, Ambiente e Desenvolvimento rural (pp. 311-343). Luanda: Universidade de Évora. Recuperado em 11 de maio de 2016, de www.ela.uevora.pt

Pain, R. S., & Arruda, I. (2009). As características da experiência socialista na agricultura de Angola após a independência. Cadernos de Pesquisa do CDHIS (Online), 1, 69-78. Recuperado em 14 de dezembro de 2015, de www.seer.ufu.br

Pogodda, S. (2014). As culturas de desenvolvimento e o local em Timor-Leste. Revista Crítica de Ciências Sociais, 104, 151-174. Recuperado em 07 de julho de 2015, de https://rccs.revues.org/5733?lang=fr

Rizzi, K. R. (2010). A construção do Estado no Timor-Leste: colonização, ocupação e independência. Ciências & Letras, 1(48), 51-75. Recuperado em 06 de julho de 2016, de http://seer3.fapa.com.br

Romer, D. (2006). Advanced macroeconomics. 3. ed. Boston: Mcgraw-hill.

Sani, Q. (2013). A educação superior no desenvolvimento da Guiné-Bissau: contribuições, limites e desafios (Dissertação de mestrado). Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco. Recuperado em 14 de abril de 2016, de http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/678

Santos, E. A. T. (2013). As barragens em Cabo Verde: avaliação dos impactes ambientais, socioeconómicos e culturais – Caso de estudo “ A Barragem do Poilão” Ilha de Santiago (Dissertação de mestrado). Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa. Recuperado em 26 de abril de 2016, de www.portaldoconhecimento.gov.cv

Seabra, Q. A. C. (2013). Guiné-Bissau/África: diretrizes tecnológicas para uma política habitacional sustentável (Dissertação de mestrado). Universidade Federal de São Carlos, São Carlos. Recuperado em 06 de abril de 2016, de www.bdtd.ufscar.br

Silva, J. H. C. (2009). Importância da horticultura para a segurança alimentar em cabo verde: estudo de caso na Ilha do Fogo (Dissertação de mestrado). Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa. Recuperado em 02 de maio de 2016, de www.portaldoconhecimento.gov.cv

Sitoe, T. A. (2008). Evolução dos sistemas agrários no Vale do Infulene, cidade da Matola - província de Maputo: uma abordagem sistêmica In Anais do 4º Congresso Brasileiro de Sistemas. Franca: Centro Universitário de Franca. Recuperado em 31 de maio de 2016, de http://isssbrasil.usp.br

Statistica de Timor-Leste – STL. (2011a). Highlights of the 2010 census main results in Timor-Leste. Direcção Geral de Estatística. Recuperado em 02 de julho de 2016, de http://www.statistics.gov.tl/

Statistica de Timor-Leste – STL. (2011b). Timor-Leste 2010 population and housing census: analytical report on labour force (vol. 12). Direcção Geral de Estatística. Recuperado em 02 de julho de 2016, de http://www.statistics.gov.tl

Statistica de Timor-Leste – STL. (2011c). Timor-Leste 2010 population and housing census: analytical report on migration and urbanization (vol. 7). Direcção Geral de Estatística. Recuperado em 02 de julho de 2016, de http://www.statistics.gov.tl

Sylla, M. B. (2002). Avaliação da pobreza na Guiné-Bissau. Bissau: Ministério da Economia e Finanças, Instituto Nacional de Estatística e Censos. Recuperado em 14 de abril de 2016, de www.stat-guinebissau.com

Temudo, M. P. (2009). A narrativa da degradação ambiental no Sul da Guiné-Bissau: uma desconstrução etnográfica. Etnográfica, 13(2), 237-264. Recuperado em 12 de abril de 2016, de http://etnografica.revues.org/1341?lang=fr&gathStatIcon=true

Valá, S. C. (2009). Pobreza, pequenas e médias empresas e desenvolvimento económico dos distritos em Moçambique. In Anais da II Conferência IESE “Dinâmicas da Pobreza e Padrões de Acumulação Económica em Moçambique” (p. 46). Maputo: Instituto de Estudos Sociais e Económicos. Recuperado em 30 de maio de 2016, de www.iese.ac.mz

World Bank. (2015). Data. Recuperado em 20 de agosto de 2016, de http://data.worldbank.org/indicator/NE.GDI.FTOT.ZS
 


Aceito em:
28/07/2018

5d8a732f0e8825c56bc51226 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections