Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/1806-9479.2020.182276
Revista de Economia e Sociologia Rural
ARTIGO ORIGINAL

Modernização agrícola na Amazônia brasileira

Agricultural modernization in the brazilian Amazon

Mário Sérgio Pedroza Lobão; Jefferson Andronio Ramundo Staduto

Downloads: 1
Views: 19

Resumo

O objetivo da pesquisa é analisar o nível de modernização agrícola dos municípios da Amazônia do Brasil. Foi utilizada a técnica de análise fatorial e a produção do Índice de Modernização Agrícola (IMA), a partir de 18 indicadores provenientes do Censo Agropecuário de 2006. Como resultados principais, obteve a extração de 5 fatores latentes, representando mais de 74% da variância total acumulada. Os indicadores que mais se destacaram foram as despesas agrícolas, o uso da terra e o trabalho intensivo. O IMA revelou claramente que existe um padrão heterogêneo e dual de modernização agrícola na Amazônia brasileira, em que nos lados oeste e norte da região (Amazônia Ocidental) encontram-se os municípios com piores indicadores de modernização agrícola e nos lados sul e leste (Amazônia Oriental) estão aqueles com os melhores resultados, exatamente por onde avança a fronteira agrícola de produção. Os estados com melhores IMA foram Rondônia, Tocantins e o sul e leste do Pará. Já Acre, Amazonas, Amapá e Roraima apresentaram baixos níveis de modernização agrícola, especialmente o estado do Amapá, que teve todos os seus municípios entre os estágios baixo e muito baixo IMA.

Palavras-chave

modernização agrícola, análise fatorial, Amazônia brasileira, Região Norte do Brasil

Abstract

Abstract:: The objective of the research is to analyze the level of agricultural modernization of the municipalities of the Amazon of Brazil. It was used the technique of factorial analysis and the production of the Agricultural Modernization Index (AMI), based on 18 indicators from the Agricultural Census of 2006. As main results it was obtained the extraction of 5 latent factors, representing more than 74% of the cumulative total variance. The most important indicators were agricultural expenditure, land use and labor intensive. The AMI revealed clearly the existence of a heterogeneous and dual pattern of agricultural modernization in the Brazilian Amazon, on the West and North side in the region (Western Amazon) in which the municipalities with the worst indicators of agricultural modernization and on the South and East side (Eastern Amazon) there are those with the best results. The states with the best AMI were Rondônia, Tocantins and the South and East of Pará. Acre, Amazonas, Amapá and Roraima had low levels of agricultural modernization, especially the state of Amapá, which had all its municipalities between the stages low and very low of AMI.
 

Keywords

agricultural modernization, factor analysis, brazilian Amazon, Northern Region of Brazil

Referências

Albergoni, L., & Pelaez, V. (2007). Da Revolução Verde à agrobiotecnologia: ruptura ou continuidade de paradigmas. Revista de Economia, 33(1), 31-53.

Alencar, J. J., & Silva, R. G. (2011). Política agrícola e modernização: Rondônia e Acre em evidência. Revista de Política Agrícola, 10(3), 1-25. Recuperado em 29 de março de 2017, de https://seer.sede.embrapa.br/index.php/RPA/article/view/35/25

Alves, E., Contini, E., & Hainzelin, É. (2005). Transformações da agricultura brasileira e pesquisa agropecuária. Cadernos de Ciência & Tecnologia, 22(1), 37-51. Recuperado em 26 de março de 2017, de <http://www.alice.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/119489/1/v22n1p37.pdf

Barros, G. S. C., de Zen, S., Bacchi, M. R. P., Ichihara, S. M., Osaki, M., & Ponchio, L. A. (2002). Economia da pecuária de corte na região norte do Brasil. Piracicaba: Centro de estudos avançados em economia aplicada – ESALQ/USP. Recuperado em 26 de abril de 2017, de http://siteresources.worldbank.org/BRAZILINPOREXTN/Resources/3817166-1185895645304/4044168-1185895685298/011_EconomiaPecuariaCorteRegNorte.pdf

Becker, B. K. (2007). Berta Becker. In E. P. Nascimento & J. N. Vianna (Orgs.), Dilemas e desafios do desenvolvimento sustentável no Brasil. Rio de Janeiro: Garamond.

Brasil. Ministério da Integração Nacional. (agosto, 2005). Política nacional de desenvolvimento regional. Brasília: Ministério da Integração Nacional. Recuperado em 27 de abril de 2017, de http://www.unc.br/mestrado/mestrado_materiais/10.03.08_-_PNDR_texto_prova_seletiva.pdf

Carvalho, R. M. C. (2008). Rondônia e Pará: semelhanças e diferenças na expansão da fronteira agrícola. In Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural (SOBER). Brasília: SOBER. Recuperado em 10 de abril de 2017, de http://www.sober.org.br/palestra/9/515.pdf

Chioveto, M. O. T. (2014). Desenvolvimento rural no Mato Grosso e seus Biomas (Tese de doutorado). Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo.

Conceição, P. H. Z., & Conceição, J. C. P. (2004). Modernização da agricultura no estado de minas gerais: uma perspectiva histórica dos anos 80. In Anais do Congresso Brasileiro de Economia Rural (Vol. 42). Brasília: SOBER. Recuperado em 25 de março de 2017, de http://www.sober.org.br/palestra/12/12O523.pdf

Dantas, T. M., & Fonteles, L. V. (2004). Avanço da fronteira agrícola na Amazônia. Fortaleza: Fundação Konrad Adenauer. Recuperado em 28 de abril de 2017, de http://bvs1.panaftosa.org.br/local/file/textoc/avancos_fronteira_agricola_amazonia.pdf

Evenson, R. E., & Gollin, D. (2003). Assessing the impact of the green revolution. Science, 300(5620), 758-762.

Ferreira Júnior, S., Baptista, A. J. M. S., & Lima, J. E. (2004). A modernização agropecuária nas microrregiões de Minas Gerais. Revista de Economia e Sociologia Rural, 42(1), 73-89. Recuperado em 25 de março de 2017, de http://www.scielo.br/pdf/resr/v42n1/20923.pdf

Freitas, C. A., Bacha, C. J. C., & Fossati, D. M. (2007). Avaliação do desenvolvimento do setor agropecuário no Brasil: período de 1970 a 2000. Economia e Sociedade, 19(1), 111-124. Recuperado em 22 de junho de 2017, de http://www.scielo.br/pdf/resr/v54n3/1806-9479-resr-54-03-00497.pdf

Freitas, R. E., & Mendonça, M. A. A. (2016). Expansão agrícola no Brasil e a participação da soja: 20 anos. Revista de Economia e Sociologia Rural, 54(3), 497-516. Recuperado em 22 de junho de 2017, de http://www.scielo.br/pdf/resr/v54n3/1806-9479-resr-54-03-00497.pdf

Gutberlet, J. (2002). Zoneamento da Amazônia: uma visão crítica. Estudos Avançados, 46(16), 157-174. Recuperado em 28 de abril de 2017, de http://www.scielo.br/pdf/ea/v16n46/v16n46a13.pdf

Hair, J. F., Anderson, R. E., Tatham, R. L., & Black, W. C. (1995). Multivariate data analysis: with readings. New Jersey: Prentice Hall.

Hayami, Y., & Ruttan, V. W. (1971). Agricultural development: an internacional perspective. Baltimore: The Johns Hopkins Press.

Hoffmann, R., & Kageyama, A. A. (1985). Modernização da agricultura e distribuição de renda no Brasil. Pesquisa e Planejamento Economico, 15(1), 171-208. Recuperado em 22 de março de 2017, de http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/6148/1/PPE_v15_n01_Modernizacao.pdf

Hoffmann, R. (1992). A dinâmica da modernização da agricultura em 157 microrregiões homogêneas do Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural, 30(4), 271-290.

Johnson, R. A., & Wichern, D. W. (2007). Applied multivariate statistical analysis (6th ed). New Jersey: Pearson Prentice Hall: Upper Saddle Rives.

Kageyama, A. (Coord). (1997). O novo padrão agrícola brasileiro: do complexo rural aos complexos agroindustriais. Campinas: UNICAMP. Mimeo.

Kugizaki, Y. (1983). Modernização e dualismo tecnológico na agricultura: proposta de um novo modelo. Revista de Economia e Sociologia Rural. 1-8. Recuperado em 22 de março de 2017, de http://biblioteca.incaper.es.gov.br/digital/bitstream/item/271/1/83-04-artigo1.pdf

Leone, E. T., & Hoffmann, R. (1988). Modernização e distribuição de renda na agricultura da Bahia. Revista da Associação Brasileira de Reforma Agrária, 18(1), 38-56. Recuperado em 7 de março de 2017, de www.eco.unicamp.br/docprod/downarq.php?id=1263&tp=a

Lobão, M. S. P., Côrrea, A. S., Wenningkamp, K. R., Shikida, P. F. A., & Alencar, J. J. (2016). Modernização agrícola do Paraná. Revista de Política Agrícola, 25(3), 21-35. Recuperado em 30 de abril de 2017, de https://seer.sede.embrapa.br/index.php/RPA/article/view/1153/pdf

Me guia Brasil. (2017). Mapa rodoviário da região Norte. Recuperado em 07 de Novembro de 2017, de http://www.meguiabrasil.com/mapadobrasil/mapa-rodoviario-regiao-norte.php.

Matos, P. F., & Pessôa, V. L. S. (2011). A modernização da agricultura no Brasil e os novos usos do território. GeoUERJ, 22(2), 290-322.

Melo, C. O., & Parré, J. L. (2007). Índice de desenvolvimento rural dos municípios paranaenses: determinantes e hierarquização. Revista de Economia e Sociologia Rural, 45(2), 329-365. Recuperado em 30 de março de 2017, de http://www.scielo.br/pdf/resr/v45n2/05.pdf

Mingoti, S. A. (2005). Análise de dados através de métodos de estatística multivariada: uma abordagem aplicada. Belo Horizonte: UFMG.

Mueller, C. C. (1992). Dinâmica, condicionantes e impactos socioambientais da evolução da fronteira agrícola no Brasil. Revista de Administração Pública, 26(3), 64-87.

Paiva, R. M. (1971). Modernização e dualismo tecnológico na agricultura. Pesquisa e Planejamento., 1(2), 171-234. Recuperado em 28 de abril de 2017, de http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/3714/1/PPE_v01_n02_Modernizacao.pdf

Rodrigues, M. C. P. (2002). Potencial de desenvolvimento dos municípios fluminenses: uma metodologia alternativa ao IQM, com base na análise fatorial exploratória e na análise de clusters. Caderno de Pesquisas em Administração, 9(1), 20-42.

Schuh, G. E. (1973). Modernização e dualismo tecnológico na agricultura: alguns comentários. Pesquisa e Planejamento Economico, 3(1), 51-94. Recuperado em 29 de abril de 2017, de http://ppe.ipea.gov.br/index.php/ppe/article/viewFile/250/183

Sicsú, A. B., & Lima, J. P. R. (2000). Fronteiras agrícolas no Brasil: a lógica de sua ocupação recente. Nova Economia, 10(1), 109-138. Recuperado em 29 de abril de 2017, de http://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/2145/1123

Silva, R. G. C. (2010). Dinâmica territorial em Rondônia: conflitos na produção e uso territorial no período de 1070-2010 (Tese de doutorado). Universidade de São Paulo, São Paulo.

Soares, A. C. L. G., Gosson, A. M. P. M., Madeira, M. A. L. H., & Teixeira, V. D. S. (1999). Índice de desenvolvimento municipal: hierarquização dos municípios do Ceará no ano de 1997. Revista Paranaense de Desenvolvimento, n. 97, set./dez., 71-89. Recuperado em 30 de março de 2017, de http://www.ipardes.pr.gov.br/ojs/index.php/revistaparanaense/article/view/260/215

Stege, A. L. (2015). Análise da intensidade tecnológica agrícola dos municípios de alguns estados brasileiros nos anos de 2000 e 2010 (Tese de doutorado). Universidade de São Paulo, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Piracicaba.

Veiga, J. E. (2005). Desenvolvimento sustentável: o desafio do século XXI. (2ª ed.). Rio de Janeiro: Garamond Universitária.
 


Submetido em:
04/07/2017

Aceito em:
21/04/2019

5eecce7d0e88259f0ebf3a9a resr Articles

resr

Share this page
Page Sections