Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/1806-9479.2020.212613
Revista de Economia e Sociologia Rural
ARTIGO ORIGINAL

Padrões de crescimento econômico dos municípios do MATOPIBA

Economic growth patterns of the MATOPIBA’S municipalities

Luiz Carlos de Santana Ribeiro; Ariana Souza Lôbo; Lizandra Duarte da Silva; Nathália Francelina Santos Andrade

Downloads: 1
Views: 387

Resumo

Resumo: Este artigo objetiva classificar os municípios do MATOPIBA com base em um conjunto de variáveis socioeconômicas, com destaque para as características agrícolas. Além disso, propõe-se a decompor o crescimento do VAB setorial no período 2010-2015, no sentido de identificar grupos de municípios com vantagens competitivas e de especialização. Para tanto, foram utilizadas conjuntamente a análise de cluster e o shift-share com base em informações do IBGE, RAIS e PNUD. A aplicação do shift-share foi realizada com base nos grupos formados pela análise de cluster, o que permite maior integração dos métodos. Os principais resultados mostram a formação de cinco grupos, sendo apenas um deles considerado incipiente do ponto de vista do dinamismo da agropecuária. Os resultados do shift-share apontam que esse grupo considerado incipiente foi o único a apresentar VLT negativa e não apresentar vantagem competitiva nem ser especializado na agropecuária.

Palavras-chave

MATOPIBA, agropecuária, cluster, shift-share

Abstract

Abstract: This paper aims to classify the municipalities of MATOPIBA based on a set of socioeconomic variables, mainly agricultural characteristics, as well as to decompose the growth of the sectorial GVA in the period 2010-2015, in order to identify groups of with competitive advantages and specialization. It was also used cluster and shift-share analysis based on information from IBGE, RAIS and UNDP. More specifically, the shift-share will be realized based on the groups formed by the cluster analysis, which allows a better integration of the methods. The main results show the formation of five groups, being only one of them considered incipient from the point of view of the agriculture dynamism. Shift-share results indicate that this group considered incipient was the only one to present negative VLT and did not present competitive advantage nor to be specialized in Agriculture.

Keywords

MATOPIBA, agriculture, cluster, shift-share

Referências

Alves E., Souza G. S., Miranda E. E. Renda e pobreza rural na região do MATOPIBA. 2015.

Portaria n 244, de 12 de novembro de 2015. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. 2015.

Bresser-Pereira L. C. O conceito de desenvolvimento do ISEB rediscutido. Dados. 2004;47(1):49-84.

Buainain A. M., Garcia J. R., Vieira Filho J. E. R. Dinâmica da economia e da agropecuária no Matopiba. 2017.

Bussab W. O., Miazaki E. S., Andrade D. Introdução à análise de agrupamentos. 1990.

Castilho A. L. O crescimento econômico da região metropolitana de Curitiba e seu dinamismo entre 2000 e 2010. 2015.

Combes P. P. Economic structure and local growth: France, 1984-1993. Journal of Urban Economics. 2000;47(3):329-55.

Costa L. V., Gomes M. F. M., Lirio V. S., Braga M. J. Produtividade agrícola e segurança alimentar dos domicílios das regiões metropolitanas brasileiras. Revista de Economia e Sociologia Rural. 2013;51(4):661-80.

Cronbach L. Coefficient alpha and the internal structure of tests. Psychometrika. 1951;16(3):297-334.

Duda R. O., Hart P. E. Pattern classification ans scene analysis. 1973.

Esteban-Maquillas J. M. Shift and share analysis revisited. Regional and Urban Economics. 1972;2(3):249-61.

Everitt B. S., Landau S., Leese M. Cluster analysis. 2001.

Fávero L. P., Belfiore P., Silva F. L., Chan B. L. Análise de dados: modelagem multivariada para tomada de decisões. 2009.

Ferreira M. A. S., Teixeira E. C., Souza M. C. Determinantes da receita de exportação brasileira de açúcar e álcool. Revista de Economia Agrícola. 2009;56(2):47-59.

Galete R. A. Uma aplicação do método estrutural-diferencial modificado para a microrregião de Maringá (PR) frente à economia paranaense no período de 1994 a 2008. Revista Estudos do CEPE. 2008;35:55-92.

Garsous G., Corderi D., Velasco M., Colombo A. Tax incentives and job creation in the tourism sector of Brazil’s SUDENE area. World Development. 2017;96:87-101.

Glaeser E. L., Kallal H. D., Scheinkman J. A., Shleifer A. Growth in cities. Journal of Political Economy. 1992;100(6):1126-52.

Gonçalves Júnior C. A., Galete R. A. O método estrutural-diferencial: aplicação da adaptação de Herzog e Olsen para a microrregião de Maringá frente à economia paranaense 1994/2008. Informe Gepec. 2008;14(2):149-65.

Haddad P. R. Economia regional, teorias e métodos de análise. 1989.

Hair Junior F. F., Anderson R. E., Tathan R. L., Black W. C. Análise multivariada de dados. 2005.

Horvat R., Watanabe M., Yamaguchi C. K. Fertilizer consumption in the region MATOPIBA and their reflections on Brazilian soybean production. International Journal of Agriculture and Forestry. 2015;5(1):52-9.

Sistema de Contas Regionais: Brasil: 2015. 2017.

Kassambara A. Practical guide to cluster analysis in R. 2017.

Mardia A. K. V., Kent J. T., Bibby J. M. Multivariate analysis. 1997.

Marinho A. P. S., Jorge M. A. O planejamento local é mais eficiente? Uma análise de 14 municípios sergipanos de pequeno porte. Nova Economia. 2015;25(1):123-42.

Mingoti S. A. Análise de dados através de métodos de estatística multivariada: uma abordagem aplicada. 2005.

Miranda E. E., Magalhães L. A., Carvalho C. A. Nota técnica nº 1: proposta de delimitação territorial do MATOPIBA. 2014.

Pereira C. N., Castro C. N., Porcionato G. L. Dinâmica econômica, infraestrutura e logística no Matopiba. 2018.

Porcionato G. L., Castro C. N., Pereira C. N. Aspectos sociais do MATOPIBA: análise sobre o desenvolvimento humano e a vulnerabilidade social. 2018.

Rezende G. C. Políticas trabalhista, fundiária e de crédito agrícola no Brasil: uma avaliação crítica. Revista de Economia e Sociologia Rural. 2006;44(1):47-78.

Ribeiro L. C. S., Andrade J. R. L. Characterization of tourism clusters in Brazil. Tourism Economics. 2015;21:957-76.

Ribeiro L. C. S., Lopes T. H. C. R. Características e similaridades do setor cultural nos munícipios e regiões metropolitanas brasileiras. Revista de Economia Contemporânea. 2015;19(2):307-30.

Ribeiro L. C. S., Domingues E. P., Perobelli F. S., Hewings G. J. D. Structuring investment and regional inequalities in the Brazilian Northeast. Regional Studies. 2018;52(5):727-39.

Ribeiro L. C. S., Lopes T. H. C. R., Montenegro R. L., Andrade J. R. L. Employment dynamics in the Brazilian tourism sector (2006-2015). Tourism Economics. 2017;24(4):418-33.

Rocha F. Produtividade do trabalho e mudança estrutural nas indústrias brasileiras extrativa e de transformação, 1970-2001. Revista de Economia Política. 2007;27(2):221-41.

Sá H. A., Morais L., Campos C. S. S. Que desenvolvimento é esse? Análise da expansão do agronegócio da soja na área do MATOPIBA a partir de uma perspectiva furtadiana. 2015.

Santos F., Ribeiro L. C. S., Silveira E. J. G. Characteristics of tourism activities in Brazilian municipalities in 2015. Brazilian Journal of Tourism Research. 2018;12(2):65-82.

Serigati F., Rodrigues R. M., Possamai R., Vieira Filho J. E. R. O mercado de trabalho na fronteira do agronegócio: quanto a dinâmica no Matopiba difere das regiões mais tradicionais?. 2017.

Silva J. C. C. A análise de componentes de variação (Shift-Share). Compêndio de economia regional: métodos e técnicas de análise regional. 2011.

Silveira Neto R. D. M., Azzoni C. R. Non-spatial government policies and regional income inequality in Brazil. Regional Studies. 2011;45(4):453-61.

Silveira-Neto R. M., Azzoni C. R. Social policy as regional policy: Market and nonmarket factors determining regional inequality. Journal of Regional Science. 2012;52(3):433-50.

Simões R. F. Métodos de análise regional e urbana: diagnóstico aplicado ao planejamento. Economia regional e urbana: contribuições teóricas recentes. 2006.

Souza L. R. S., Ribeiro L. C. S., Lopes T. H. C. R. A dinâmica da indústria nos municípios de Sergipe (2010-2015). 2018.

Williamson J. G. Regional inequality and the process of national development: a description of the patterns. Economic Development and Cultural Change. 1965;13(4):1-84.


Submetido em:
21/08/2018

Aceito em:
18/07/2019

5f11e6570e8825b44b1a886e resr Articles

resr

Share this page
Page Sections