Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/1806-9479.2021.240762
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo Original

Sistema agroindustrial do leite no Maranhão: uma análise prototípica

Agroindustrial system of milk in Maranhão: a prototypical analysis

Eliene Cristina Barros Ribeiro; Cleber Augusto Pereira; Maria Daniela Alves Bezerra; Natália Ingrid Silvino Sampaio; Pablo Francisco Sousa Carvalho

Downloads: 0
Views: 20

Resumo

Resumo: Objetivou-se identificar a forma como os agentes do sistema agroindustrial do leite no sul e oeste do Maranhão percebem e praticam a produção e a comercialização do leite, bem como as relações entre estes, buscando articular estratégias competitivas regionais. Trata-se de uma pesquisa multicasos qualitativa, com dados coletados mediante entrevistas semiestruturadas, com a utilização da técnica de associação livre de palavras (TALP). Para a avaliação dos resultados, optou-se pelo uso da análise de frequências múltiplas, análise de similitude e elaboração de matriz prototípica. Participaram das entrevistas 23 agentes divididos em quatro grupos, sendo os gestores institucionais responsáveis em apoiar a cadeia do leite, pequenos produtores de leite e laticínios. Nos resultados, foi possível identificar um padrão de opiniões sobre os desafios da produção, bem como aspectos de comercialização do leite considerados importantes institucional e organizacionalmente. Percebeu-se que a infraestrutura e a logística de transporte se posicionaram como sérios obstáculos ao crescimento do mercado leiteiro na região. Além disso, o estudo demonstrou que há uniformidade de critérios considerados importantes para o mercado, como qualidade do leite, higiene na produção, sanidade animal, uso de ordenha mecânica e cumprimento pelos produtores quanto à assistência técnica.

Palavras-chave

sistema agroindustrial do leite, análise prototípica, produção, comercialização

Abstract

Abstract: This research aimed to identify how agents of the Agro-industrial System of milk in the South and West of Maranhão perceive and practice milk production and commercialization, and the relations among them, seeking to articulate regional competitive strategies. It is a qualitative multi-case study with a semi-structured interview script guided by the Free Word Association Technique (TALP) for data collection. We have used Multiple Frequency Analysis, Similitude Analysis, and a Prototypical matrix formulation to evaluate the results. Twenty-nine agents have participated in the interviews. They were divided into four groups, composed of institutional managers responsible for supporting the milk chain, small producers of milk and dairy products, and dairy products companies' managers. The results enable to identify a pattern of opinions about production challenges and milk commercialization essential aspects, both institutionally and organizationally. Infrastructure and transport logistics were pointed out as severe obstacles to the dairy market growth in the region. Moreover, the study has evidenced the existence of a uniform position on important criteria for the market, such as milk quality, production hygiene, animal health, mechanical milking usage, and compliance with technical assistance by producers.
 

Keywords

agroindustrial system of milk, prototypical analysis, production, commercialization

Referências

Acosta, D. C., Souza, J. P., & Bankuti, S. M. S. (2018). Tecnificação de produtores e estruturas de governança no sistema agroindustrial de leite. Desenvolvimento em Questão, 16(45), 292-315.

Azevedo, P. F., & Politi, R. B. (2008). Concorrêncioa e estratégias de precificação no sistema agroindustrial do leite. Revista de Economia e Sociologia Rural, 46(3), 767-802.

Balde Branco. (2016). Alguns números do leite. Recuperado em junho de 2020, de https://baldebranco.com.br/alguns-numeros-do-leite/

Börjeson, L. (2015). Interorganizational situations: an explorative typology. European Management Journal, 33(3), 191-200.

Botaro, B. G., Gameiro, A. H., & Santos, M. V. (2013). Quality based payment program and milk quality in dairy cooperatives of Southern Brazil: an econometric analysis. Scientia Agrícola, 70(1), 21-26.

Brasil. Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. (2012). Resolução nº 4174, de 28 de dezembro de 2012. Recuperado em janeiro de 2021, de http://sistemasweb.agricultura.gov.br/sislegis/action/detalhaAto.do?method=visualizarAtoPortalMapa&chave=1797518661

Brasil. Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. (2020). Manual do jovem empreendedor rural. Recuperado em janeiro de 2021, de https://www.gov.br/mdh/pt-br/navegue-por-temas/juventude-1/manual-do-jovem-empreendedor-rural.pdf

Busanello, M., Freitas, L. N., Winckler, J. P. P., Farias, H. P., Dias, C. T., Cassoli, L. D., & Machado, P. F. (2017). Month-wise variation and prediction of bulk tank somatic cell count in Brazilian dairy herds and its impact on payment based on milk quality. Irish Veterinary Journal, 70(1), 26.

Campos, P. P. L. E., Rangel, A. H. D. N., Borba, L. H. F., Urbano, S. A., Novaes, L. P., Galvão Júnior, J. G. B., Sales, D. C., & de Aguiar, E. M. (2016). Quality indicators of tank milk in different production systems of tropical regions. Semina: Ciências Agrárias, (37), 2807-2818.

Correia, J. C., & Joia, L. A. (2014). A representação social das competências essenciais aos CIOs sob a perspectiva dos profissionais de TI. In EnANPAD (pp. 1-16).

Coutinho, M. P. L., Nóbrega, S. M., & Catão, M. F. F. M. (2003). Contribuições teórico metodológicas acerca do uso dos instrumentos projetivos no campo das Representações Sociais. Editora Universitária.

Donato, S. P., Ens, R. T., Favoreto, E. D. A., & Pullin, E. M. M. P. (2017). Da análise de similitude ao grupo focal: estratégias para estudos na abordagem estrutural das representações sociais. Revista Educação e Cultura Contemporânea, 14(37), 367-394.

Durr, J. W. (2012). Como produzir leite de qualidade (4. ed.). Brasília: SENAR. Recuperado em janeiro de 2021, de http://www.senar.org.br/

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa. (2015). Panorama do Leite, 7(81), 7-8.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa. (2019). Sua excelência, o consumidor: novos produtos e novas estratégias da cadeia do leite para ganhar competitividade e conquistar os clientes finais (Anuário Leite, No. 104).

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa. (2020). Pecuária de leite espera crescer 2% em 2020. Recuperado em julho de 2020, de https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/49358451/pecuaria-de-leite-espera-crescer-cerca-de-2-em-2020#:~:text=Este%20ano%2C%20analistas%20esperam%20crescimento,2%2C5%25%20em%202019

Golban, A., & Golban, R. (2017). Evolution of milk production in Republic of Moldova and the role of quality management in increasing the competitiveness of milk processing companies. Management, Economic Engineering and Rural Development, 17(2).

Gonçalves, J. L., Tomazi, T., & Santos, M. V. (2017). Rotina de ordenha eficiente para produção de leite de alta qualidade. Revista Acadêmica: Ciência Animal, 15, 9.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. (2018a). Produção da pecuária municipal 2018 (pp. 1-8). Recuperado em junho de 2020, de https://www.ibge.gov.br/estatisticas/economicas/agricultura-e-pecuaria/9107-producao-da-pecuaria-municipal.html

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. (2018b). Produção da pecuária municipal 2018. Recuperado em junho de 2020, de https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/84/ppm_2018_v46_br_informativo.pdf

Krell, K., Matook, S., & Rohde, F. (2016). The impact of legitimacy-based motives on IS adoption success: an institutional theory perspective. Information & Management, 53(6), 683-697.

Meehan, J., Ludbrook, M. N., & Mason, C. J. (2016). Collaborative public procurement: Institutional explanations of legitimised resistance. Journal of Purchasing and Supply Management, 22(3), 160-170.

Oliveira, E. B. (2016). Perspectivas do leite no Maranhão. Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR). Recuperado em junho de 2020, de http://senar-ma.org.br/perspectivas-do-leite-no-maranhao/

Palencia, N. P. (2016). Complexo Agroindustrial do Leite no Brasil : indicadores socioeconômicos, adoção de tecnologias e transformações nas últimas décadas. Revista de Economia Do Centro-Oeste, 2, 55-72.

Rauta, J., Paetzold, L. J., & Winck, C. A. (2017). Rastreabilidade na cadeia produtiva do leite como vantagem competitiva. Revista em Agronegócio e Meio Ambiente, 10(2), 459.

Salviati, M. E. (2017). Manual do aplicativo IRaMuTeQ. Iramutec. Recuperado em junho de 2020, de http://www.iramuteq.org/documentation/html

Santos, J. V. O., Araújo, L. F., Castro, J. L. D. C., & Faro, A. (2019). Análise prototípicea das representações sociais sobre as infecções sexualmente transmissíveis entre adolescentes. Psicogente, 22(41), 1-18.

Scalco, P. R., & Braga, M. J. (2014). Measuring the degree of oligopsony power in the Brazilian raw milk market. The International Food and Agribusiness Management Review, 17(2), 1-20.

Silva Filho, J. V., & Figueira, S. R. F. (2019). Mensuração do impacto de variáveis econômica sobre captação de leite no estado de Minas Gerais entre 1999 e 2016: uma análise utilizando modelo de cointegração. Brazilian Journal of Development, 5(7), 10284-10300.

Silveira, R. C. (2018). O incentivo dos programas de pagamento baseado na qualidade do leite à adoção de boas práticas agropecuárias nas propriedades leiteiras: um estudo multicasos na região do Médio Paraíba Fluminense/RJ (Dissertação de mestrado). Universidade Federal Fluminense, Volta Redonda.

Sorio, A. (2018). Cadeia Agroindustrial do Leite no Brasil: diagnóstico dos fatores limitantes à competitividade (162 p.). Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MIDCS). Recuperado em maio de 2020, de http://www.unesco.org/new/fileadmin/MULTIMEDIA/FIELD/Brasilia/pdf/brz_sc_cadeia_produtiva_leite_MICS_por_2018.pdf

Tavares, D. W. S., Brito, R. C., Córdula, A. C. C., Silva, J. T., & Neve, D. A. B. (2014). Protocolo verbal e teste de associação livre de palavras: perspectivas de instrumentos de pesquisa introspectiva e projetiva na ciência da informação. PontodeAcesso, 8, 64-79.

Telles, T. S., Bacchi, M. D., & Shimizu, J. (2017). Spatial distribution of microregions specialized in milk production. Semina: Ciências Agrárias, 38(1), 443.

Vega, D. E. C., & Keenan, R. (2016). Situating community forestry enterprises within New Institutional Economic Theory: what are the implications for their organization? Journal of Forest Economics, 25, 1-13.

Wachelke, J., Wolter, R., & Matos, F. R. (2016). Efeito do tamanho da amostra na análise de evocações para representações sociais. Liberabit, 22(2), 153-160.

Zylbersztajn, D. (1995). Estruturas de governança e coordenação do agribusiness: uma aplicação da nova economia das instituições (Tese de livre docência). Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo.
 


Submetido em:
09/07/2020

Aceito em:
29/03/2021

613b5322a953956dfa77dc73 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections