Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/1806-9479.2021.246787
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo Original

Um estudo do impacto do Acordo Comercial com a União Europeia no mercado de café beneficiado

A study of the impact of the Trade Agreement with the European Union on the processed coffee market

Juliane Borchers; José Rodrigo Gobi; Ricardo Luis Lopes; Carlos Alberto Gonçalves Junior

Downloads: 0
Views: 21

Resumo

Resumo: O presente artigo procurou avaliar os impactos do Acordo Comercial entre União Europeia (UE) e Mercosul na economia brasileira, concentrando-se no setor do café torrado e solúvel (beneficiado) que terão as tarifas de exportação eliminadas em 4 anos após a implantação do acordo. Este consistirá em uma das maiores áreas de livre comércio do mundo e espera-se que a eliminação das tarifas aumente em 33% a exportação do setor de café beneficiado para a UE. Empregou-se a análise de Insumo-Produto, a partir de dados das contas nacionais com 128 produtos e 68 setores de 2017, para estimar os índices de ligação de Rasmussen-Hirschman, índices de dispersão e os multiplicadores do produto, renda, impostos e emprego. Observou-se que o aumento nas exportações proporcionará aumento no valor bruto da produção nacional de R$ 158,3 milhões (direta e indiretamente), além de gerar 1,2 mil novos empregos, R$ 24,6 milhões em renda do trabalho e R$ 6,5 milhões em impostos. Mesmo não sendo um setor-chave na economia brasileira, verificou-se que o crescimento das exportações de café beneficiado, após o acordo, favorecerá a atividade econômica no país, proporcionando crescimento da produção nacional, emprego, renda e impostos.

Palavras-chave

acordo comercial, café solúvel, União Europeia, matriz insumo-produto

Abstract

Abstract: The present article evaluated the impacts of the Trade Agreement between the European Union (EU) and Mercosur on the Brazilian economy, focusing on the sector of roasted and soluble coffee (processed), which will have export tariffs eliminated in 4 years after its implementation. This may be considered one of the largest free trade areas in the world, and the elimination of tariffs is expected to increase exports of the processed coffee sector to the EU by 33%. Input-Product analysis was used, based on data from the national accounts with 128 products and 68 sectors in 2017, to estimate the Rasmussen-Hirschman connection indexes, dispersion indexes, product, income, taxes, and job multipliers. It was observed that the increase in exports may provide an increase in the gross value of national production of R$ 158.3 million (directly and indirectly), in addition to generating 1.2 thousand new jobs, R$ 24.6 million in labor income, and R$ 6.5 million in taxes. Even though this agreement is not considered a key sector in the Brazilian economy, it was found that the growth of processed coffee exports, after its implementation, may favor the country's economic activity, providing growth in national production, employment, income, and taxes.
 

Keywords

trade agreement, soluble coffee, European Union, input-output matrix

Referências

Bernal-Meza, R. (2005). América Latina en el Mundo: el pensamiento latinoamericano y la teoría de relaciones internacionales. Nuevo Hacer, Grupo Editor Latinoamericano.

Brasil. Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços. (2020). Sistemas de comércio exterior. Brasília. Recuperado em 10 de fevereiro de 2020, de http://www.siscomex.gov.br/

Bresser-Pereira, L. C., & Thorstensen, V. H. (1992). Do Mercosul à Integração Americana. Política Externa, 1(3), 122-145.

Chen, W., Wu, S., Lei, Y., & Li, S. (2018). Virtual water export and import in china’s foreign trade: a quantification using input-output tables of China from 2000 to 2012. Resources, Conservation and Recycling, 132, 278-290.

Goodlass, G., Halberg, N., & Verschuur, G. (2001). Study on input/output accounting systems on EU agricultural holdings. Utrecht: Centre for Agriculture and Environment.

Guilhoto, J. J. (2011). Input-output analysis: theory and foundations (MPRA Paper, No. 32566).

Guilhoto, J. J. M., & Sesso Filho, U. A. (2005). Estimação da Matriz Insumo-Produto a Partir de Dados Preliminares das Contas Nacionais. Economia Aplicada, 9(2), 277-299.

Guilhoto, J. J. M., & Sesso Filho, U. A. (2010). Estimação da matriz insumo-produto utilizando dados preliminares das contas nacionais: aplicação e análise de indicadores econômicos para o Brasil em 2005. Economia & Tecnologia, 6(23), 53-62.

Guimarães, S. P. (2014). Entrevista: acordo vai ser uma desgraça. Recuperado em 1 de dezembro de 2019, de www.cartacapital.com.br/economia/acordo-vai-ser-uma-desgraca-134

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. (2017) Sistema de Contas Nacionais (SCN). Recuperado em 6 de janeiro de 2020, de https://www.ibge.gov.br/estatisticas/economicas/comercio/9052-sistema-de-contas-nacionais-brasil.html?=&t=o-que-e

International Trade Centre. (2017). List of exporters for the selected product: total all product. Trade Map. Recuperado em 10 de fevereiro de 2020, de www.trademap.org

Leontief, W. (1951). The structure of the American economy. New York: Oxford University Press.

Mercosul. Secretaria do Mercosul. (2020). Sistema de estatística de comércio exterior do Mercosul. Recuperado em 12 de dezembro de 2020, de https://estadisticas.mercosur.int/?language=pt

Miller, R. E., & Blair, P. D. (2009). Input-output analysis: foundations and extensions. Cambridge: Cambridge University Press.

Nasser, M. D., Tarsitano, M. A. A., Lacerda, M. D., & Koga, P. S. L. (2012). Análise econômica da produção de café arábica em São Sebastião do Paraíso, estado de Minas Gerais. Informações Econômicas, 42(2), 5-12.

Nassif, L., Teixeira, L., & Rocha, F. (2015). Houve redução do impacto da indústria na economia brasileira no período 1996-2009? Uma análise das matrizes insumo-produto. Economia e Sociedade, 24(2), 355-378.

Nonnenberg, M. J. B., & Ribeiro, F. J. (2019). Análise preliminar do acordo Mercosul-União Europeia (Carta de Conjuntura, No. 44). Brasília: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.

Núcleo de Economia Regional e Urbana da USP – Nereus. (2021). Sistema de Matrizes de Insumo-Produto, Brasil (2010-2018). Recuperado em 31 de março de 2021, de http://www.usp.br/nereus/?fontes=dados-matrizes

Ozkan, B., Akcaoz, H., & Fert, C. (2004). Energy input–output analysis in Turkish agriculture. Renewable Energy, 29(1), 39-51.

Pennaforte, C., Ribeiro, G. S., & Bones, N. K. (2018). Acordo Mercosul-União Europeia: entre o discurso e a realidade: impactos e perspectivas. Conjuntura Austral, 9(46), 5-21.

Revista Exame. (2019). Acordo UE/Mercosul tem impacto limitado no comércio agrícola. Recuperado em 1 de novembro de 2019, de www.exame.abril.com.br/economia/acordo-ue-mercosul-tem-impacto-limitado-no-comercio-agricola/

Sakon, F. M., Guilhoto, J. J. M., Bliska, F. M. M., Imori, D., & Camargo, F. S. (2008). A produção e industrialização do café dos principais produtores brasileiros e a economia nacional: simulações sob um modelo inter-regional de insumo-produto (MPRA Paper, No. 54033).

Santos, V. E., Gomes, M. F. M., Braga, M. J., & Silveira, S. F. R. (2009). Análise do setor de produção e processamento de café em Minas Gerais: uma abordagem matriz insumo-produto. Revista de Economia e Sociologia Rural, 47(2), 363-388.

Seixas, L. O., Souza, C. C. A., Maciel, L. L., & Portugal, P. H. S. (2020). Especialização regressiva em minas gerais de 2008 a 2013: a análise da produção de café em grão e torrado e moído a partir das matriz insumo-produto. Revista Economica do Nordeste, 51(1), 73-88.

Shao, L., Guan, D., Wu, Z., Wang, P., & Chen, G. Q. (2017). Multi-scale input-output analysis of Consumption-based water resources: method and applications. Journal of Cleaner Production, 164, 338-346.

Sugai, Y., Teixeira Filho, A. R., Contini, E. (2004). Impacto de exportação do café na economia do Brasil (Texto para Discussão, No. 20). Brasília: Embrapa Informação Tecnológica.

Takasago, M., Mollo, M. L. R., & Guilhoto, J. J. M. (2017). O debate desenvolvimentista no Brasil: discutindo resultados da matriz de insumo-produto. Planejamento e Políticas Públicas, 48, 385-409.

Zheng, B., Huang, G., Liu, L., Guan, Y., & Zhai, M. (2020). Dynamic wastewater-induced research based on input-output analysis for Guangdong Province, China. Environmental Pollution, 256, 113502.
 


Submetido em:
18/12/2020

Aceito em:
14/05/2021

613b517fa953956d2837b343 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections