Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/1806-9479.2022.266430pt
Revista de Economia e Sociologia Rural
ARTIGO ORIGINAL

Pobreza multidimensional no Brasil: evidências para as áreas rurais e urbanas

Multidimensional poverty in Brazil: evidences for rural and urban areas

Gésia Coutinho Marcelino; Marina Silva da Cunha

Downloads: 1
Views: 396

Resumo

Este trabalho estudou o comportamento da pobreza multidimensional e de renda, bem como seus determinantes no Brasil, evidenciando as diferenças entre as áreas rurais e urbanas com base nas informações das Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) de 2019. Foi utilizada a metodologia Alkire-Foster na construção de um Índice de Pobreza Multidimensional (IPM), além do modelo logit para estimar os impactos na pobreza de determinantes relacionados a características domiciliares. A dimensão saúde e saneamento foi a que mais contribuiu com o IPM, seguida da dimensão educação e condições habitacionais. A pobreza unidimensional foi maior do que a multidimensional, além disso, a pobreza nas áreas rurais foi também maior. Entre os determinantes da pobreza, estar em domicílios com chefes não brancos, mais jovens, não casados, desempregados, menos escolarizados e ser das regiões Norte e Nordeste aumentaram as chances de pobreza. Além disso, domicílios com chefes mulheres tiveram menores chances de pobreza multidimensional, embora mais chances de pobreza unidimensional.

Palavras-chave

pobreza, capacidades, método Alkire-Foster, bem-estar

Abstract

This paper studied the behavior of multidimensional and income poverty, as well as its determinants in Brazil, in addition to rural and urban areas, based on information from the 2019 National Continuous Household Sample Survey (PNADC). The Alkire-Foster methodology was used in the construction of a Multidimensional Poverty Index (MPI), in addition to the logit model to estimate the impacts of determinants related to household characteristics on poverty. The health and sanitation dimension was the one that contributed the most to the MPI, followed by the education and housing dimensions. Unidimensional poverty was greater than multidimensional and rural poverty was also greater. Among the determinants of poverty, being in households with non-white heads, younger, unmarried, unemployed, less educated and in the North and Northeast regions increased the chances of poverty. In addition, while female heads reduced the chances of multidimensional poverty, it increased the chances of the unidimensional one.

Keywords

poverty, capabilities, Alkire-Foster method, welfare

Referências

Albuquerque, M. R., & Cunha, M. S. (2012). Uma análise da pobreza sob o enfoque multidimensional no Paraná. Revista de Economia, 38(3), 45-64.

Alkire, S., & Fang, Y. (2019). Dynamics of multidimensional poverty na unidimensional income poverty: An evidence of stability analysis from China. Social Indicators Research, 142, 25-64.

Alkire, S., & Foster, J. (2009). Counting and multidimensional poverty measurement. Oxford: OPHI. (Working Paper, n. 32).

Alkire, S., & Santos, M. E. (2010). Acute multidimensional poverty: a new index for developing countries. Oxford: OPHI. (Working Paper, n. 38).

Alkire, S., Foster, J., Seth, S., Santos, M. E., Roche, J. M., & Ballon, P. (2015). Multidimensional poverty measurement and analysis. Oxford: Oxford University Press.

Alkire, S., Roche, J. M., & Vaz, A. (2017). Changes over time in multidimensional poverty: methodology and results for 34 countries. World Development, 94, 232-249.

Boltvinik, J. (2010). Principios de medición multidimensional de la pobreza. Mundo Siglo XXI, 22, 35-55.

Brambilla, M., & Cunha, M. S. (2021). Pobreza multidimensional no Brasil, 1991, 2000 e 2010: uma abordagem espacial para os municípios brasileiros. Nova Economia, 31(3), 869-898.

Campello, T., & Neri, M. C. (2013). Programa Bolsa Família: uma década de inclusão e cidadania. Brasília: IPEA.

Chakravarty, S. R. (1990). Ethical social index numbers. London: Springer-Verlag.

Costa, R. F. R., & Costa, G. C. (2016). Pobres no campo, ricos na cidade? Uma análise multidimensional da pobreza. Revista de Economia e Sociologia Rural, 54(3), 537-560.

Crespo, A. P. A., & Gurovitz, E. (2002). A pobreza como um fenômeno multidimensional. RAE Eletrônica, 1(2), 1-12.

Cunha, M. S. (2008). Os empregados da agricultura brasileira: diferenciais e determinantes salariais. Revista de Economia e Sociologia Rural, 46(3), 597-621.

Cunha, M. S. (2009). Desigualdade e pobreza nos domicílios rurais e urbanos no Brasil, 1981 - 2005. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, 40(1), 9-30.

Fahel, M., & Teles, L. R. (2018). Medindo a pobreza multidimensional do estado de Minas Gerais, Brasil: olhando para além da renda. Revista de Administração Pública, 52(3), 386-416.

Fahel, M., Teles, L. R., & Caminhas, D. A. (2016). Para além da renda: uma análise da pobreza multidimensional no Brasil. Revista Brasileira de Ciências Sociais, 31(9), e319205.

Greene, W. H. (2012). Econometric analysis. New York: Prentice Hall.

Helfand, S. M., Rocha, R., & Vinhais, H. E. F. (2009). Pobreza e desigualdade de renda no Brasil rural: uma análise da queda recente. Pesquisa e Planejamento Economico, 39(1), 59-80.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. (2012) Indicadores do desenvolvimento sustentável. Rio de Janeiro: IBGE.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. (2019a) Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira. Rio de Janeiro: IBGE.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. (2019b) Pesquisa nacional por amostra de domicílios 2018. Brasília: IBGE.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. (2019c) Pesquisa nacional por amostra de domicílios 2019. Recuperado em 1 de junho de 2020, de https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/populacao/9171-pesquisa-nacional-por-amostra-de-domicilios-continua-mensal.html

Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA. (2013). Dossiê mulheres negras: retrato das condições de vida das mulheres negras no Brasil (160 p.). Brasília: IPEA.

Kageyama, A., & Hoffmann, R. (2006). Pobreza no Brasil: uma perspectiva multidimensional. Economia e Sociedade, 15(26), 79-112.

Laderchi, C. R., Saith, R., & Stewart, F. (2003). Does it matter that we do not agree on the definition of poverty? A comparison of four approaches. Oxford Development Studies, 31(03), 243-274.

Mejía-Escalante, M. (2015). Basic needs: durable goods and services of proper Housing. Revista INVI, 30(85), 147-180.

Mello, J. (2018). Estratégias de superação da pobreza no Brasil e impactos no meio rural (244 p.). Rio de Janeiro: IPEA.

Ministério do Desenvolvimento Social - MDS. (2019). Programa Bolsa Família: dados abertos. Recuperado em 29 de julho de 2022, de https://www.mds.gov.br/webarquivos/sala_de_imprensa/boletins/boletim_senarc/2020/201912_Boletim%20Bolsa%20Fam%C3%ADlia%20Cadastro%20Unico%20N%20%2055_JANEIRO.pdf

Moreira, R. C., Braga, M. J., Carvalho, F. M. A., Lima, J. R. F., & Silva, J. M. A. (2009). Políticas públicas, distribuição de renda e pobreza no meio rural brasileiro no período de 1995 a 2005. Revista de Economia e Sociologia Rural, 47(4), 919-944.

Mosaner, M. S. (2016). Pobreza infantil no Brasil: aplicação da metodologia Alkire- Foster de mensuração de pobreza multidimensional. Economia Aplicada, 20(4), 489-507.

Organização das Nações Unidas - ONU. (2016). The Sustainable Development Goals - Report 2016. Nova York: ONU.

Osório, R. G. (2004). A mobilidade social dos negros brasileiros. Brasília: IPEA. (Texto para discussão, n. 1.033).

Osório, R. G. (2019). A desigualdade racial da pobreza no Brasil. Rio de Janeiro: IPEA. (Texto para discussão, n. 2487).

Ribeiro, C. A. C. (2009). Desigualdade de oportunidades no Brasil (1. ed.). Belo Horizonte: Argvmentvm.

Rocha, S. (2006).Pobreza no Brasil: afinal, de que se trata? (3. ed.). Rio de Janeiro: Editora FGV.

Rocha, S. O. (2011). Programa Bolsa Família: evolução e efeitos sobre a pobreza. Economia e Sociedade, 20(1), 113-139.

Roser, M., & Ortiz-Ospina, E. (2016). Global extreme poverty. Londres: Our World in Data.

Salama, P., & Destremau, B. (1999). O tamanho da pobreza: economia política de distribuição de renda. Rio de Janeiro: Grammont.

Santos, E. M., & Ura, K. (2008). Multidimensional poverty in Bhutan: estimates and policy implications. Oxford: OPHI (Working Paper, n. 14)

Santos, M. E., Villatoro, P., Mancero, X., & Gerstenfeld, P. (2015). A multidimensional poverty index for latin America. Oxford: OPHI (Working Paper, n. 79).

Sen, A. (1993). Capability and well-being. In A. Sen & M. Nussbaum (Eds.), The quality of life(pp. 30-55). Oxford: Clarendon Press.

Sen, A. (2000). Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Editora Schwarcz.

Serra, A. S. (2017). Pobreza multidimensional no Brasil rural e urbano (Tese de doutorado). Universidade Estadual de Campinas, Campinas.

Serra, A. S., Yalonetzky, G. I., & Maia, A. G. (2021). Multidimensional poverty in Brazil in the early 21st Century: evidence from the demographic census. Social Indicators Research, 154, 79-114.

Silva Júnior, L. H., & Sampaio, Y. (2010). Notas sobre a pobreza e a educação no Brasil. Revista Problemas del Desarrollo, 163(41), 75-97.

Silva, A. F., Araújo, J. A., Justo, W. R., & Campos, K. C. (2017a). Análise da pobreza multidimensional no Brasil no período de 2009 a 2015. Revista Economica do Nordeste, 48(2), 9-24.

Silva, A. F., Sousa, J. S., & Araujo, J. A. (2017b). Evidências sobre a pobreza multidimensional na região Norte do Brasil. Revista de Administração Pública, 51(2), 219-239.

Silva, A. M. R., Lacerda, F. C. C., & Neder, H. D. (2011). A evolução do estudo da pobreza: da abordagem monetária à privação de capacitações. Bahia Análise & Dados, Salvador, 21(03), 509-527.

Silva, J. C., & Araújo, J. A. (2015). Estudo sobre a decomposição dos determinantes da variação da pobreza nos estados brasileiros no período 2001 a 2012. Revista de Economia e Sociologia Rural, 53(4), 627-644.

Silva, J. J., Bruno, M. A. P., & Silva, D. B. N. (2020). Pobreza multidimensional no Brasil: uma análise do período 2004-2015. Revista de Economia Política, 40(1), 138-160.

Soares, S. S. D. (2009). Metodologias para estabelecer a linha de pobreza: objetivas, subjetivas, relativas, multidimensionais. Brasília: IPEA. (Texto para Discussão, n. 1381).

Soares, S. S. D., Fontoura, N. O., & Pinheiro, L. (2007). Tendências recentes na escolaridade e nos rendimentos de negros e de brancos. In R. P. Barros, M. N. Foguel & G. Ulyssea (Orgs.), Desigualdade de renda no Brasil: uma análise da queda recente (pp. 401-415). Brasília: IPEA.

Souza, P. H. G. F., Osorio, R. G., Paiva, L. H., & Soares, S. (2019). Os efeitos do Programa Bolsa Família sobre a pobreza e a desigualdade: um balanço dos primeiros 15 anos. Rio de Janeiro: IPEA. (Texto para Discussão, n. 2499).

Townsend, P. (1993). The international analysis of poverty. Hertfordshire: Harvester Wheatsheaf.

United Nations Development Programme - UNDP. (2019). Global Multidimensional Poverty Index (MPI): illuminating inequalities. New York: UNDP.

Vieira, C. A., Kuhn, D. D., & Marin, S. R. (2017). Método Alkire-Foster: uma aplicação para a medição de pobreza multidimensional no Rio Grande do Sul (2000-2010). Planejamento e Políticas Públicas, 48, 267-299.

Wanderley, M. N. B. (2014). O campesinato brasileiro: uma história de resistência. Revista de Economia e Sociologia Rural, 52(Supl.1), S025-S044.

Wang, Y., & Wang, B. (2016). Multidimensional poverty measure and analysis: a case study from Hechi City, China. SpringerPlus, 5(1), 642.

Wooldridge, J. M. (2010). Econometric analysis of cross section and panel data. Cambridge: MIT Press.

World Bank (2016). Poverty and shared prosperity 2016: taking on inequality. Washington: The World Bank Group.

Yu, J. (2013). Multidimensional poverty in China: findings based on the CHNS. Social Indicators Research, 112, 315-336.

Zheng, B. (1997). Aggregate poverty measures. Journal of Economic Surveys, 11, 123-163.

Zucchi, J. D., & Hoffmann, R. (2004). Diferenças de renda associadas a cor: Brasil, 2001. Revista Pesquisa e Debate, 15(1), 107-129.
 


Submetido em:
29/07/2022

Aceito em:
10/02/2023

646cd6fea9539531560e4ee2 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections