Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/S0103-20032010000300008
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

Riscos e Retornos da Cafeicultura em Minas Gerais: uma análise de custos e diferenciação

Vanessa da Fonseca Pereira; Sônia Maria Leite Ribeiro do Vale; Marcelo José Braga; José Luis dos Santos Rufino

Downloads: 0
Views: 69

Resumo

O objetivo deste trabalho foi analisar, comparativamente, o desempenho dos produtores de café do Cerrado mineiro e do sudoeste do estado, de acordo com o retorno obtido e o nível de risco. Dadas as opções estratégicas adotadas nessas duas regiões, a diferenciação e os custos foram enfatizados. As margens e os potenciais de perda dos dois grupos de cafeicultores foram mensurados, o que permitiu apresentar uma relação entre risco e retorno. Os retornos foram estimados por um índice que relaciona custos e preços - margem operacional -, e a análise de riscos foi realizada a partir das estimativas do Value at Risk. Os resultados indicaram que os produtores do Cerrado, além de terem obtido melhores retornos, apresentaram menores perdas potencias que os do sudoeste. Os resultados favoráveis aos cafeicultores do Cerrado foram relacionados às diferenças dos custos produtivos e da qualidade do café. Incrementos na qualidade do produto e melhorias na gestão do processo produtivo foram os aspectos considerados relevantes para melhorar o desempenho do produtor do sudoeste. Já em relação à cafeicultura do Cerrado, destacou-se a importância de manter os esforços ligados à diferenciação e à produtividade.

Palavras-chave

café, diferenciação, custos, riscos, retornos.
5cfeff550e8825a829480c82 resr Articles

resr

Share this page
Page Sections