Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/S0103-20032011000400002
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

Poder de mercado na indústria brasileira de fertilizantes NPK (04-14-08), no período de 1993-2006

Graciela Aparecida Profeta; Marcelo José Braga

Downloads: 0
Views: 954

Resumo

As barreiras à entrada, a concentração observada e a alta de preços dos fertilizantes induziram à desconfiança de possibilidade de exercício do poder de mercado por parte das empresas representativas da indústria brasileira de fertilizantes NPK (04-14-08). Esses indícios podem ser condição necessária, porém não suficiente para afirmar a existência e o exercício de fato do poder. O objetivo do trabalho foi identificar a conduta das empresas representativas da indústria de fertilizantes NPK (04-14-08), por meio da estimação do parâmetro de conduta médio, λ. O período de análise foi fevereiro de 1993 a dezembro de 2006. A análise do comportamento das firmas baseou-se na teoria da Nova Organização Industrial Empírica. O λ foi estimado via interação da equação de demanda e relação de oferta representativa da indústria. Sob o λ, aplicou­-se o teste de hipótese para conhecer a conduta das firmas. Os resultados não permitiram identificar a existência do poder de mercado, exceto quando foram consideradas apenas as quatro maiores empresas. Entretanto, não foi possível fazer inferências sobre o exercício do poder de mercado das quatro maiores empresas, haja visto que a principal preocupação foi em relação à possibilidade de exercício, e não ao seu exercício de poder de fato.

Palavras-chave

Neio, poder de mercado, fertilizantes.
5cfea7ab0e88256264480c85 resr Articles

resr

Share this page
Page Sections