Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/S0103-20032013000100008
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

Estrutura exportadora do agronegócio e impactos socioeconômicos para os países do cone sul

Luciane Rubin; Paulo Waquil

Downloads: 0
Views: 294

Resumo

Este estudo tem por objetivo investigar o nível de produtividade implícita das exportações associado a cada produto do agronegócio e a sofisticação revelada das cestas de exportações dos produtos do agronegócio para os países do Cone Sul, bem como os efeitos multiplicadores sobre a geração de renda agrícola, produto e ocupação, ao longo do período de 1992 a 2009. Para o cálculo do índice de produtividade implícita e da sofisticação revelada das exportações utiliza-se o método desenvolvido por Hausmann, Rodrik e Hwang (2005), e para a estimação do efeito multiplicador da sofisticação da cesta de exportação para as variáveis socioeconômicas, a análise de regressão múltipla. Em posse dos resultados e das análises de investigação, é possível afirmar que os resultados obtidos confirmam a hipótese de que, quanto mais sofisticada a pauta de exportação dos produtos do agronegócio junto aos países do Cone Sul, maiores serão os efeitos de crescimento da renda e do efeito multiplicador (transbordamentos) sobre a economia dos países. Contudo, ceteris paribus, estimular as exportações em produtos do agronegócio associados implicitamente ao maior nível de renda, constitui-se em importante estratégia de crescimento acelerado com base nas exportações e de obtenção de maiores níveis de bem-estar para a região.

Palavras-chave

produtividade implícita, sofisticação das exportações, agronegócio, Cone Sul.
5cf80aa80e8825f54f58d25d resr Articles

resr

Share this page
Page Sections