Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/S0103-20032013000300002
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

Os alicerces sociopolíticos do cooperativismo de crédito rural solidário na Zona da Mata de Minas Gerais

Alair Ferreira de Freitas; Alan Ferreira de Freitas

Downloads: 0
Views: 1025

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar processos e estruturas sociais que sustentaram e condicionaram a constituição e a atuação das cooperativas de crédito vinculadas ao sistema Ecosol na Zona da Mata Mineira. A coleta de dados ocorreu em 2010 nos municípios onde a Ecosol possui unidades de atendimento: Araponga, Tombos, Espera Feliz, Divino e Simonésia, por meio de observação participante, análise documental e aplicação de entrevistas semiestruturadas. Os principais atores e fatores identificados como alicerces sociopolíticos dessas cooperativas foram: mística e religiosidade, introduzida por setores da Igreja Católica, que interferiu diretamente nas representações sociais e manifestações simbólicas que orientaram as intervenções para uma mudança da realidade; a política, marcada pelo movimento sindical e partidário (Partido dos Trabalhadores); e a técnica e estilo de vida, consolidados a partir da adoção de um projeto de agricultura sustentável e desenvolvimento alternativo introduzida por uma ONG.

Palavras-chave

Cooperativas de crédito, agricultura familiar, redes sociais.
5cfbddd40e88259d4658d25e resr Articles

resr

Share this page
Page Sections