Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/S0103-20032013000400004
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

A criação de conhecimento para a gestão de propriedades rurais no Brasil e na Austrália

Erlaine Binotto; Marina Keiko Nakayama; Elisabete Stradiotto Siqueira

Downloads: 0
Views: 137

Resumo

Este artigo analisa as contribuições que o modelo de cinco fases do processo de criação de conhecimento de Nonaka e Takeuchi (1997) pode trazer para a gestão de propriedades rurais. É um estudo de casos com produtores rurais do Brasil e Austrália, utilizando-se de documentação e observação in loco, questionário, entrevista e focus group. As categorias de análise utilizadas são as cinco fases do processo de criação de conhecimento de Nonaka e Takeuchi (1997). Os dados indicam que em uma propriedade onde as pessoas buscam socializar, questionar, inovar constantemente, há maior espaço para transformar conhecimento tácito em explícito. Pessoas abertas ao novo e ao questionamento de suas práticas demonstraram apresentar maiores possibilidades de criar um campo de interação para que o conhecimento seja criado. Embora, no contexto que envolve os produtores rurais, haja disponibilidade e ocorra compartilhamento de conhecimentos, experiências e informações, é importante que sejam utilizados na prática e que produzam resultados concretos.

Palavras-chave

Criação de conhecimento, cooperativa, produtor rural.
5cfbf05e0e8825b77658d25b resr Articles

resr

Share this page
Page Sections