Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/doi/10.1590/S0103-20032013000400008
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

Mensuração das elasticidades-preço da demanda, cruzada e renda no mercado de etanol brasileiro: um estudo usando painéis cointegrados

Leonardo Chaves Borges Cardoso; Maurício Vaz Lobo Bittencourt

Downloads: 0
Views: 150

Resumo

A futura escassez das fontes fósseis de energia não é opinião partilhada por toda a academia, mas a necessidade de fontes energéticas renováveis é, sim, um consenso. Com base nisso, o etanol de primeira geração a partir da cana-de-açúcar brasileira se torna uma excelente alternativa energética por apresentar melhores indicadores nos quesitos intensidade em terras, custo de produção e redução de CO2 em relação a outras culturas para produção de etanol. Porém, não há estudos que estimem a demanda de longo prazo utilizando dados em painel e que obtenham estimativas regionais para as cinco regiões brasileiras. Diante de tal lacuna, este artigo tem por objetivo estimar as elasticidades-preço, renda e cruzada da demanda por etanol, tanto no curto quanto no longo prazo. As estimativas são feitas para todo o Brasil e para as cinco regiões brasileiras, no período de julho de 2001 a julho de 2011, com bases mensais. São usados dados em painel, e as estimativas utilizam como principais estimadores o General Least Squares (GLS) com correção para heterocedasticidade para encontrar as relações de curto prazo e Dynamic Ordinary Least Squares (DOLS) para as de longo prazo. Os resultados indicam que o etanol é um bem elástico a preço, com elasticidade por volta de -1,42 e -3,30 para o curto e longo prazo, respectivamente, e que as elasticidades-preço e cruzada de curto prazo aumentaram no período pós-flex.

Palavras-chave

Econometria de painel, DOLS, etanol, elasticidades de demanda.
5cfbf1e60e8825387d58d25b resr Articles

resr

Share this page
Page Sections