Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5d9636360e88252d232bac33
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

ESTUDO ECONÔMICO DA DETERMINAÇÃO DAS DOSES ÓTIMAS DE FERTI- LIZANTES E DA IDADE ÓTIMA DE CORTE EM EUCALYPTUS SALIGNA SM, EM SOLO DE CERRADO, NO ESTADO DE SÃO PAULO

Antonio Carlos de Mendes Thame; Rodolfo Hoffmann

Downloads: 0
Views: 556

Resumo

O presente estudo teve como principal objetivo determinar a idade ótima de corte e as doses ótimas de fertilizantes para Eucalyptus Saligna Sm, com base em experimento estabelecido em Moji-Guaçu (Estado de São Paulo) em solo de cerrado, espaçamento de 3,00 X 1,50m, obedecendo à fatorial 3 X 3 X 3 X 2, com N, P, K, calcário, com seis blocos incompletos, cada um com 18 tratamentos. Foram ajustadas aos dados de volume de madeira as funções de Gompertz, a logística e um modelo polinomial. Com o volume crescendo conforme a função de Gompertz, foi determinada a idade ótima e, no caso da função polinomial, também as doses ótimas de fertilizantes. Foi admitido que o empre-sário deseja maximizar o valor atual da renda líquida.

Referências

1. ALLEN, R.G.D. Análise matemática para economistas. Rio de Janeiro, Fundo de Cultura, 1965, 2 v. 630 p.

2. CAMPOS, H. Aspectos da aplicação das superfícies de resposta a ensaios fatoriais 33 de adubação. Piracicaba, ESALO-USP, 1967. 82 p. (Tese de Livre-docência)

3. COUTO, H.T.Z. do. Equações dendrométricas (trabalho inédito, sem data).

4. HIRSHLEIFER, J. lnvestment, interest and capital. Englewood Cliffs, N.J. Prentice-Hall, 1970. 320 p.

5. HOFFMANN, R. & BERGER. R. Determinação da idade ótima de corte de povoamentos de Euca/yptus. Piracicaba, ESALO Departamento de Economia e Sociologia Rural. Série Pesquisa, n.o 24, 1973. 28 p. Também publicado em IPEF (Revista do Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais), n.0 7, 1973, p. 49-69.

6. HOFFMANN, R. & VIEIRA, S. Análise de regressão: uma introdução à econometria. São Paulo, HUCITEC, Ed. da Universidade de São Paulo, 1977. 339 p.

7. IEA (Instituto de Economia Agrícola) Prognóstico. Ano Agrícola 75/76. São Paulo, Secretaria da Agricultura, 1975. 226 p.

8. IEA (instituto de Economia Agrícola) Informações Econômicas 1. São Paulo, janeiro de 1975.

9. MELLO, H.A. Aspectos do emprego de fertilizantes minerais no reflorestamento de solos de cerrado no Estado de São Paulo com Eucalyptus sa/igna Sm. Piracicaba, ESALO/USP, 1968. 176 p. (Tese para Provimento de Cargo de Professor Catedrático).

10. NELDER, J.A. The fitting of a generalization of the logistic curve. Biometrics, Washington, (17):89-11 O, março de 1961.

11. NELSON, W.C.An economic analyses offertilizer utilization in Brazil. Columbus, Ohio, The Ohio State University, 1971 (Tese para Ph. D.).

12. PIMENTEL GOMES, F. Novos aspectos do estudo econômico de ensaios de adubação. Fertilité, Paris, (34):3-9, 1969.

13. SAMUELSON, P.A. Economics offorestry in an evolving society. Economic lnquiry, Los Angeles, 14(4):466-92, dec. 1976.

14. STEVENS, W. L. Asymptotic regression. Biometrics, Washington, (7):24 7-67, sept. 1951.

15. WRIGHT, C.L.; MEYER, R.L.; ENGLER, J.J. de C. Adubação de culturas anuais: aspectos econômicos. Piracicaba, ESA LO, Departamento de Economia e Sociologia Rural. Série Pesquisa, n. 28, 1975. 20 p.

5d9636360e88252d232bac33 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections