Revista de Economia e Sociologia Rural
https://revistasober.org/article/5ea964bd0e88254f2ebd4787
Revista de Economia e Sociologia Rural
ARTIGO ORIGINAL

ÓLEOS VEGETAIS COMO ALTERNATIVAS AO DIESEL

FERNANDO HOMEM DE MELO

Downloads: 0
Views: 75

Resumo

Trata das dificuldades envolvidas na elaboração do programa de subs- tituição do óleo diesel por óleos vegetais. Durante os Últimos anos, o preço do óleo vegetal no mercado mundial teve um incremento de 2-5 vezes sobre o preço do petróleo e do óleo diesel, iornando a substituição antieconômica. Mencionam-se as possibilidades de que xisto betuminoso e a liquidificação do carvão sejam mais econômicos do que os óleos vegetais. Reconhece-se a necessidade da pesquisa e do desenvolvimento de uma tecnologia apropriada para o uso dos óleos vegetais. Supõe-se que a demora na execução dos programas aprovados pelo governo seja devida às implicações econômicas.

Palavras-chave

óleos vegetais, fontes alternativas de energia, PROÓLEO

Referências

AGUIAR, A.C.S. Análise e conclusões do I Encontro sobre Tecnologia dos Óleos Vegetais Combustíveis. R. Energia-Fontes Alternativas. São Paulo, 2(11 ): 89-93, 1982.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE RODOVIÁ- RIO DE CARGA, São Paulo. A verdade sobre a frota nacional. São Paulo, 1982.

BANCO MUNDIAL. Washington. Energy in the developing countries. Was- hington, 1980.

BANDEL, W. A Mercedez-Benz do Brasil. R. Energia-Fontes Alternativas, São Paulo, 2(11 ):72, 1982.

BARROS, R.P. & RAMOS, L. R.A. Modelo para uma estratégia de implantação de usinas de óleo xisto. ln: ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA, 8, Olin- da, PE, 1981. Anais. . . p.227-70.

BRASIL. Ministério da Agricultura. Brasília, DF. Plano de produção de óleos ve• getais para fins energéticos. Brasília, DF, MA, 1980.

BRASIL. Ministério da Indústria e do Comércio. Brasília. Óleos vegetais: Substi• tuição do óleo diesel e otimização de consumo de derivados do petróleo. Brasília, 1981.

ENCONTRO SOBRE TECNOLOGIA DOS ÓLEOS VEGETAIS COMBUSTÍVEIS. 1, São Paulo, 27-28 nov. 1980. R. Energia-Fontes Alternativas, São Paulo, 2(11 ):7-95, nov. 1980.

FONSECA, M.A.N. Utilização de álcool em transporte rodoviário de cargo. Bra- sília, DF, Secretaria de Tecnologia Industrial do Ministério da Indústria e do Comércio STI/MIC, 1982.

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS, Rio de Janeiro. Conjuntura Econômica, set., 1982. p.27-31.

GAZETA MERCANTIL, São Paulo, 24/11 /81, p.11.

GAZETA MERCANTIL, São Paulo, 03/02/82, p.8.

GAZETA MERCANTIL, São Paulo, 05/11 /82, p.12.

GAZETA MERCANTIL, São Paulo, 09/10/82, p.7.

HOMEM DE MELO, F. A questão dos subsídios ao diesel. Conj. Econ., 36(7): 87-89, julho, 1982.

HOMEM DE MELO. F. O PROÁLCOOL sabotado. Folha de São Paulo, São Pau- lo, 04/1 0/81.

HOMEM DE MELO, F. & FONSECA, E,G. PROÁLCOOL, energia e transporte. São Paulo, Pioneira. 1981.

MATTAR, H. Análise comparativa de economicidade dos óleos vegetais para fins energéticos. ln: SEMINÁRIO PERSPECTIVAS DE UTILIZAÇÃO DE ÓLEOS VEGETAIS PARA FINS ENERGÉTICOS, Rio de Janeiro, 25-27 de maio, 1982. Anais. . .

MEDIANO, E.M. & TOURINHO, O.A.F. A economia do carvão mineral. ln: EN- CONTRO NACIONAL DE ECONOMIA, 9, Olinda, PE, dez. 1981. Anais... p.2z9-326.

O ESTADO DE SÃO PAULO, São Paulo, 08/10/82, p.24.

O ESTADO DE SÃO PAULO, São Paulo, 09/03/82, p.37.

PETROBRÁS, Rio de Janeiro, RJ. Gazeta Mercantil, São Paulo, 07/01/81, p.1 e 7.

RISCHBIETER, K.H. O transporte rodoviário de carga e integração econômica. ln: SEMINÁRIO TRANSPORTE DE CARGA, São Paulo, 1980. Anais. . .

TYNER, W.E. & BOTTUM, J.C. Agricultura! energy production: aconomic and policy issues. Station Bulletin, Purdue University, (240), 1979.

WALMSLEY, L. et ai. Balanço energético de produção de combustíveis de óleos vegetais. São Paulo, 1981. Mimeografado.

WORLD FINANCIAL MARKETS, New York. The implications of falling oil prices. New York, Morgan Guaranty Trust Company, 1982.


Submetido em:
08/12/1982

Aceito em:
18/02/1983

5ea964bd0e88254f2ebd4787 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections